A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Museu do Oriente vai exibir ciclo de cinema japonês gratuito

Por Raquel Fernandes
Publicidade

O Museu do Oriente vai dedicar todos os domingos do mês de Janeiro ao cinema japonês com a exibição de quatro filmes de realizadores contemporâneos que nunca chegaram a integrar o circuito comercial português.

Depois do sucesso da edição de Agosto, esta iniciativa gratuita volta a repetir-se no primeiro mês do ano para apresentar novamente um conjunto de dramas e comédias que celebram o cinema nipónico. O ciclo, organizado pela Embaixada do Japão em parceria com a Japan Foundation, terá lugar no auditório do Museu do Oriente, todos os domingos de Janeiro pelas 17.00.

No primeiro fim-de-semana do mês, dia 6, será exibido A Living Promise (2016), um filme de Ishibashi Kan, centrado na história de Nakahara, CEO de uma empresa de tecnologia e workaholic em recuperação. Perturbado pelo telefonema de um velho conhecido com quem tinha cortado relações, o protagonista decide ir à sua cidade natal em busca daquela amizade perdida, mas é recebido apenas pela notícia da morte precoce do amigo. 

No domingo seguinte, dia 13, é a vez do filme A Sparkle of Life (2013), onde o realizador Sotoyama Bunji retrata a história de Tsurumoto Tae, uma viúva de 77 anos que, após passar numa montra com um vestido de noiva, decide dar mais uma oportunidade ao amor e inscreve-se num site de encontros, em busca de marido.

Dia 20 de Janeiro, vai ser projectada a comédia Sing My Life (2016) do japonês Mizuta Nobuo. Esta longa metragem dá a conhecer a história de Otori Setsuko, uma talentosa jovem que por trás da sua aparência doce esconde uma língua afiada, um temperamento volátil e uma surpreendente maturidade.

No último dia do ciclo, a 27 de Janeiro, será apresentado The Vancouver Asahi (2014), um drama de época realizado por Ishii Yuya. Baseado em factos verídicos, o filme conta a história de uma equipa japonesa-canadiana de baseball que se tornou uma inspiração e um símbolo de esperança para a cidade de Vancouver, no início do século XX.

Edição de Cláudia Lima Carvalho

Museu do Oriente. Avenida Brasília, 352. Domingos de Janeiro no auditório 17.00. Entrada livre (mediante levantamento de bilhete no próprio dia).

+ Penha de França recebe sala de cinema insuflável durante três dias

Últimas notícias

    Publicidade