Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Música (e surf, e yoga e um supper club): eis a segunda edição do Nova Batida
Notícias / Vida nocturna

Música (e surf, e yoga e um supper club): eis a segunda edição do Nova Batida

Village Underground
©DR Festa no Village Underground

A segunda edição do Nova Batida regressa esta sexta-feira ao Village Underground e ao LX Factory para três dias de música com nomes como Jon Hopkins, Four Tet, Jungle ou Friendly Fires. Damos-lhe o programa das festas que também inclui surf, yoga e um supper club.

O Nova Batida chegou o ano passado e veio para ficar. Na primeira edição, o festival idealizado por Rob Waller, da promotora londrina de música independente Soundcrash, instalou-se em Alcântara com nomes com Mount Kimbie, Little Dragon, George Fitzgerald, Seun Kuti ou Gilles Peterson.

Um ano depois, volta ao mesmo sítio (quem disse que não devemos voltar aonde fomos felizes?) e divide-se entre o interior e o exterior do LX Factory e do Village Underground com um cartaz igualmente ecléctico e vontade de “criar experiências e laços com o público”, dizem em comunicado.

Não é todos os dias que um festival inclui no seu cartaz aulas de surf de duas horas, experiências de yoga (organizadas pela Fat Buddha Yoga), conversas e workshops, duas festas num barco, uma festa na praia em Oeiras e um supper club no The Insólito, a pensar nos turistas que querem conhecer a gastronomia portuguesa.

Mais que isso, este é um festival de Verão urbano, focado em explorar “os vários espectros da música electrónica”, dizem, com um piscar de olho ao hip-hop e concertos que começam ao início da tarde e se prolongam até às quatro da manhã.

Nubya Garcia, nova promessa do jazz britânico, é um dos destaques do primeiro dia, que concentra atenções em nomes como o do produtor (e também neurocientista) Floating Points, do músico, DJ e pianista britânico Jon Hopkins (com um novo álbum, Silver Eater, mas aqui em formato DJ set), do catalão John Talabot e do português da Príncipe Discos DJ Marfox.

No sábado é a vez da banda indie-rock Friendly Fires, do MC norte-americano Talib Kweli, dos Jungle (em modo DJ set, depois da actuação de Julho no Super Bock Super Rock) e do DJ e produtor Daniel Avery.

No domingo contemos com o rapper franco-britânico Octavian, o regresso do aclamado Four Tet (que na verdade é o britânico Kieran Hebden), de BEN UFO, dos norte-americanos Midland e do projecto Awesome Tapes From Africa, que reúne perdidos e achados da música africana.

O festival tem bilhetes diários a 25€ e um passe para os três dias a 70€. As actividades fora do LX Factory e do Village Underground são vendidas à parte.

Sexta a domingo, 15.00-04.00, no LX Factory e no Village Underground (Alcântara). 25/ 70€

+ As melhores festas em Lisboa esta semana

Publicidade
Publicidade