A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Casa do Freguês
Fotografia: Gabriell VieiraEsplanada da Casa do Freguês

Nesta casa, a comida portuguesa é feita e servida à vontade do freguês

Na Casa do Freguês, em Telheiras, há gastronomia portuguesa para todas as ocasiões. Melhor só a nova esplanada, que convida a petiscadas regadas a Musa.

https://media.timeout.com/images/105796494/image.jpg
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Comida tradicional portuguesa com um twist contemporâneo. É esta a promessa da Casa do Freguês, que nasceu em plena pandemia com oferta de take-away e entrega ao domicílio. Agora, com o espaço em Telheiras aberto ao público, inaugura-se uma esplanada em parceria com a Musa, perfeita para desfrutar do novo menu de petiscos. Desde moelas até trouxinhas de queijo com nozes e mel, o melhor é mandar vir tudo e partilhar.

Há um ano e meio, Mário Vara estava a trabalhar por conta de outrem, mas já tinha vontade de abrir um restaurante. Quando começou a pensar no assunto a sério, decidiu apostar na oferta de take-away e entrega ao domicílio. “Já com a intenção de criar uma rede forte por Lisboa inteira”, confessa o jovem empresário, que é formado em gestão, mas um apaixonado por comida e vinho. “Criei o plano de negócio e fui à procura de parceiros com know-how na restauração.”

Casa do Freguês
Fotografia: Gabriell VieiraPeixinhos da horta, moelas e cerveja Musa

Com mais três sócios a bordo, inclusive o chef Filipe Leonor, responsável pela carta, a Casa do Freguês começou a ganhar forma ainda em Maio de 2020, como o sítio ideal para encomendar comida portuguesa saborosa, de forma simples e rápida. Se o nome é “uma ode à forma como, há uns anos, os lojistas de bairro saudavam os seus clientes”, os pratos são uma celebração do que é “ser um português de gema”. Quem o diz é Mário, antes de nos revelar que, apesar das receitas serem tradicionais, se tenta modernizar dentro do possível.

O bacalhau com natas (7,90€-12,90€), por exemplo, é feito com natas, bechamel e molho pil pil. “O que seria eventualmente desperdício é usado para fazer caldos. No caso do bacalhau, usamos as espinhas, que colocamos a ferver em azeite, para libertar o suco todo”, conta-nos. “Depois tiramos as espinhas e adicionamos outros ingredientes. Dá uma cremosidade diferente e é muito saboroso.” Mas há mais pratos de fazer crescer água na boca ‒ e que, porventura, serão capazes de evocar memórias de infância.

Casa do Freguês
Fotografia: Gabriell VieiraTrouxinhas de queijo com nozes e mel

Entre as opções quentes (4€-12,90€), encontramos arroz de pato, cabidela de galinha e sopa do mar. Se quiser planear as refeições para a semana inteira, há congelados (6,90€-12,90€) de carne, peixe e vegetarianos, como bochechas de porco, cachaço de porco ibérico, açorda de camarão, empadão de peixe, estufado de legumes e feijoada de tremoço. Agora, com a nova esplanada, Mário desafia os clientes a programar uma refeição ao ar livre ou a vir experimentar os novos pratos do dia e o menu de petiscos, que estrearam há pouco tempo.

Basta olhar para os quadros de ardósia e escolher. As saladas – de frango com maçã, amêndoa e maionese de caril ou de quinoa com feta, tomate cherry e vinagrete de mel – têm feito quase tanto sucesso quanto os croquetes de choco e as trouxinhas de brie com nozes e mel. Para acompanhar, há refrigerantes, Bandida do Pomar, as cervejas artesanais da Musa e “Vinho do Freguês”, da Herdade da Ajuda. “As cervejas da Musa também vão ter o nosso próprio rótulo, a dizer: Faça o obséquio de beber”, revela Mário.

Casa do Freguês
Fotografia: Gabriell VieiraCroquete de choco

A longo prazo, a ambição é abrir mais cinco espaços em diferentes bairros de Lisboa, para fazer jus ao conceito, que procura estar o mais próximo possível dos fregueses. Por enquanto, além da presença em plataformas de entrega ao domicílio, como a Uber Eats, a Bolt e a Glovo, o site da Casa do Freguês também permite fazer encomendas até às 20.00 do dia anterior. Se encomendar as marmitas da semana todas de uma vez, terá direito a uma redução de 10% no preço.

Rua Augusto Macedo, Loja 8H. Seg-Sex 11.00-20.30 e Sáb 11.00-15.30.

+ Cozinhar rápido e saudável: comida congelada ao domicílio

+ Leia já, grátis, a edição digital da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade