A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Lavandaria Pessoas & Bagagens
Fotografia: Gabriell Vieira

Nesta lavandaria guardam-se bagagens e vende-se vinho

Lavandaria self-service, loja de vinhos e armazenamento e recolha de bagagens. No novo três em um da cidade, nem a máquina de café está em falta.

Por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

“Lavar a roupa e a alma”: é esta a proposta da nova lavandaria lisboeta Pessoas & Bagagens, no número 60 da Rua da Boavista, no Cais do Sodré. Quem o diz é Marcos Santos, co-proprietário do espaço, que também armazena bagagens e vende vinhos. “Lavandaria costuma ser aquela coisa chata, que você tem de ficar à espera e ir tomar o cafézinho ao lado. Nós não queríamos nada disso”, garante.

A trabalhar com alojamento local há mais de cinco anos, Marcos e o seu sócio, Roberto Silva, sonhavam abrir uma lavandaria self-service que fosse também um café, uma biblioteca e um espaço cultural, “para apoiar os artistas de rua, que têm dificuldade em ser reconhecidos”, esclarece. “Mas a câmara embargou a nossa obra e tivemos de abolir a ideia e começar o projecto do zero. Quando encontrei este espaço, foi imediato. Telefonei e dois dias depois já estava arrendado.”

Lavandaria Pessoas & Bagagens
Fotografia: Gabriell Vieira

O sonho original teve de ser redimensionado, mas nem com uma pandemia pelo meio se desistiu. No lugar do café e da biblioteca há uma loja de vinhos portugueses, que serve vinho a copo (3€) e vende também garrafas para fora, com preços a variar entre os 5€ e os 14€ – os mais caros são parte de uma colecção de livros-garrafa da Quinta dos Termos, que resulta de uma parceria com o editor Ricardo Paulouro e o poeta Gonçalo Salvado. “Em vez dos rótulos normais, vem com um livro de poesia. Para ler e para degustar.”

Quanto ao serviço de lavandaria self-service, inclui detergente, amaciador, higienizantes e até um serviço SOS. “Caso o cliente não queira ficar, queira ir ao ginásio ou dar uma volta, nós tratamos de tudo. Por uma taxa extra, também fazemos recolha e entrega de roupas, se for preciso. Mas se apetecer ficar, pode tomar um copo de vinho ou um café”, sugere Marco, apontando para a máquina de venda automática e a mesa corrida, encostada à parede, com espaço para os clientes se sentarem.

Lavandaria Pessoas & Bagagens
Fotografia: Gabriell Vieira

Com três máquinas de lavar (10kg/5€ e 16kg/7,50€, com ciclos de 30 minutos) e quatro máquinas de secar (2€/18 minutos), é possível tratar desde as roupas mais delicadas até edredons ou mantas pesadas. Há ainda um espaço atrás da lavandaria, “um segundo piso com total segurança”, que serve para armazenar bagagens (4€). “Como trabalhamos na área do alojamento local, fazia sentido oferecer esse serviço também. Muitas vezes os check-out são de manhã e o avião é só à noite, então as pessoas podem deixar as suas malas desde manhã ao fim do dia, que o preço é o mesmo.”

No futuro, Marcos e Roberto esperam vir a expandir o conceito para outras zonas de Lisboa. “Estamos abertos até a apoiar a abertura de franchises, mantendo obviamente o nosso padrão de qualidade:” Por enquanto, o passo seguinte é tornar possível a compra de vinhos através do site da lavandaria. Até lá, são todos bem-vindos.

Rua da Boavista, 60 (Cais do Sodré). Seg-Sex 08.00-22.00, Sáb-Dom 08.00-13.00. 

+ Sítios em Lisboa que são mais do que parecem

+ Leia já, grátis, a edição Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade