A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Miliuma Ideias Atelier
Fotografia: Melissa VieiraMiliuma Ideias Atelier

Nesta loja há Miliuma peças de roupa em segunda mão e decoração vintage

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

Começou por ser apenas uma loja de decoração, junto à Avenida de Roma. Mas este ano, o conceito e o espaço cresceram para dar vida a um projecto sustentável, onde três amigas vendem peças em segunda mão, desde cómodas e lustres até roupa, bijuteria e acessórios. E há mais: um consultório de terapias complementares.

Ana Caldas é formada em design de moda, mas sempre gostou de misturar móveis antigos com objectos modernos. Quando abriu a Miliuma há um ano, a intenção era pôr em prática a sua paixão pela decoração de interiores. Recentemente viu o seu atelier crescer. Entre as suas cómodas de madeira escura, lustres principescos e espelhos barrocos de moldura dourada, despontam peças de roupa e calçado em segunda mão. Neste espaço inundado de chariots, esconde-se ainda um consultório de medicina não-convencional.

Miliuma Ideias Atelier
Miliuma Ideias Atelier
Fotografia: Melissa Vieira

“Faço multirreflexologia e sacro craniana”, explica Catarina Serrão, que se juntou a Ana no final de 2019, antes de nos mostrar os cantos à casa. À entrada, é o tapete azul o primeiro a captar-nos o olhar. Depois, é difícil não dar por todos os outros tecidos coloridos, a torre de sapatos vintage, uma estante só com malas e os primeiros espelhos. Há mais no piso subterrâneo, onde Margarida Boto, especialista em styling, se instalou em Fevereiro deste ano. “Ali é o consultório de terapias”, acrescenta Catarina, apontando para uma pequena sala por detrás de uma cortina. “Tudo o resto está à venda.” Tudo é muito: mais, muito mais espelhos, malas e sapatos, mas também lustres, cómodas e estantes, onde repousam objectos de decoração, como jarras, e os tão esperados chariots de roupa em segunda mão e a perder de vista.

“Limpar o armário e desapegar-nos das coisas é realmente importante. Foi o que fiz com o meu armário e senti que estava a limpar a minha vida”, confessa Margarida, responsável pelo corner de moda “RAGS: clean your closet, clean your life”. Entre a selecção de peças únicas, com valores tanto abaixo dos 10€ como acima dos 400€, é possível encontrar desde roupa vintage dos anos 50, 60 e 70 até novos designers de moda, como Filipe Ferreira, passando ainda por marcas de luxo, como Gucci e Louis Vuitton. “Ver clientes a sair com peças vindas dos nossos armários e de outros fornecedores, que às vezes também são nossos clientes, enche-nos de felicidade.”

Miliuma Ideias Atelier
Miliuma Ideias Atelier
Fotografia: Melissa Vieira

Ana, Catarina e Margarida aproveitam para promover os três R’s: reduzir, reciclar e reutilizar. É que o recheio da Miliuma não é só delas. Os clientes também são convidados a reduzirem as tralhas lá de casa, a reciclarem as suas peças ou a reutilizá-las, com os conselhos de Margarida, que é capaz de transformar umas jeans completamente normais num espanto com franjinhas e outras aplicações. “Vêm cá pessoas deixar roupa para nós avaliarmos e, se fizer sentido, vendermos”, conta Catarina, que de repente acena para o andar de cima. “Olha, é uma cliente nossa, que também é fornecedora, tenho de lá ir”, desculpa-se, antes de passar a palavra a Margarida. “Cá em Portugal ainda é complicado, mas também ajudamos as pessoas a desapegarem-se de peças de um ente querido que já morreu. A roupa em segunda mão é uma partilha e um reaproveitamento de peças de que gostamos, mas que não usamos, e que podem fazer outras pessoas felizes.”

A selecção de roupas e calçado, que varia ao ritmo das estações do ano, fica à venda, no máximo, durante três meses, apesar de haver um chariot intemporal. Com a Primavera a dar o ar de sua graça e o Verão no horizonte, prometem-se peças de meia estação e roupa de praia, como biquínis e fatos-de-banho. “É um espaço em constante renovação e, de dois em dois meses, organizamos também um encontro ao sábado à tarde, para experimentarmos roupa, para conversarmos, para estarmos. O próximo é a 28 de Março, das 15.00 às 20.00”, revela Ana. Além de uma zona de maquilhagem, Margarida estará a desconstruir a ideia do “só a ti é que isto fica bem”. “Estamos a pensar em fazer um workshop à volta disso, para mostrar, com as peças que temos aqui, como é que podemos renovar a nossa maneira de estar e sentir a vida”, conta a especialista em styling. “É para virem à descoberta da sua peça de amor.”

Avenida Sacadura Cabral 7C. Seg-Sex 11.00-19.00 e Sáb 11.00-16.00.

+ Conheça estas lojas em segunda mão em Lisboa para dar uma nova vida à roupa

Últimas notícias

    Publicidade