Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Nesta loja moram jóias, roupa, ilustrações e malas de verga
Lovely Concept Store
Manuel Manso

Nesta loja moram jóias, roupa, ilustrações e malas de verga

Publicidade

A Avenida de Roma está mais vaidosa. A marca de jóias Lovely Breeze abriu a primeira loja física e juntou à receita da joalharia, as ilustrações, swimwear, roupa e malas de verga – está tudo debaixo do tecto da Lovely Concept Store.  

Andreia Moutinho criou a sua bolha digital e tem uma legião de seguidores que fazem número no seu Instagram, mas há uns valentes anos as coisas faziam-se nos blogues – foi aí que tudo começou. Estudou Design de Produto nas Belas Artes e foi nessa altura que se iniciou na joalharia com a amiga Sofia Ayuso, nascendo então a Lovely Breeze. “Na altura era uma coisa muito pequena, fazíamos alguns mercados e as pessoas começaram a querer cada vez mais e queriam experimentar”, explica Andreia. 

lovely concept store

Manuel Manso

E o negócio foi crescendo: primeiro para o Facebook, depois para o Instagram. O volume de encomendas disparou exponencialmente e a Lovely Breeze ganhou um site à séria. “Foi um momento decisivo na marca, até porque conseguimos chegar a mais gente. Já não eram só as miúdas mais novas”, diz. “Durante algum tempo não tive a necessidade de ter um espaço só meu, e tinha a marca já em algumas lojas multimarcas, mas depois comecei a pensar na comunidade e nos pequenos negócios, como o meu.”

Em poucos meses, puseram de pé a Lovely Concept Store, tudo pensado por Andreia, do papel de parede à mobília. E “lovely”, diga-se amoroso, escrito num neón rosa choque, é a palavra certa para definir o espaço, todo em tons de rosa e em madeiras claras. As peças da Lovely Breeze estão dispostas nas bancadas centrais, com muitos dourados. Colares, brincos ou anéis, dos mais minimalistas às peças mais chamativas. 

Lovely Concept Store

Manuel Manso

Mas não se ficou pelas suas jóias. Andreia chamou para lhes fazer companhia outras marcas com quem se identifica, e outras que já tiveram espaço físico e que tinham recebido nele peças da própria Lovely Breeze. "Eu sempre gostei imenso de postais, papelaria, ilustração, por exemplo, por isso fazia sentido ter aqui esse tipo de produto representado", diz. 

Neste campo tem trabalhos de Vanessa Santos (@vanessa_s_illustration) e Sofia Ayuso (@sofiaayuso), e cadernos personalizados da Magapaper, que levou meia dúzia de sweats e t-shirts com frases de empoderamento para a loja. A ideia é alargar o leque de ilustradores em breve.

lovely concept store

Manuel Manso

Os charriots, do lado esquerdo da loja, estendem as colecções de swimwear da Nanai (@nanai_portugal) ou as peças fluídas da Catch My Legs (@catchmylegs). E a juntar a isto está a Shop Charlotte, com malas feitas por artesãos portugueses e com materiais naturais como o vime, a palha e o junco. 

“Esta comunidade de pequenos negócios acaba por se juntar toda, é o que queria ter aqui. Quero receber as pessoas, porque atrás do ecrã é uma coisa, gosto de ter este contacto directo”, acrescenta.

Andreia está agora a tirar um curso de joalharia, para que muito em breve todas as peças da Lovely Breeze sejam fruto da sua criação. 

Avenida de Roma, 125. Ter-Sáb 10.00-19.00.

+ As novas lojas em Lisboa que tem mesmo de conhecer

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade