Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Nesta loja, pode saber tudo sobre a Capital Verde Europeia
Notícias / Vida urbana

Nesta loja, pode saber tudo sobre a Capital Verde Europeia

Capital europeia Verde
Fotografia: Sebastião Almeida A nova loja servirá como ponto de informações, conferências e de atendimento ao público

Novo pólo da autarquia abriu esta segunda-feira e servirá a cidade enquanto Lisboa for Capital Verde Europeia. Balcão de atendimento da câmara na Rua do Ouro ficará ali sediado. 

A nova Loja Capital Verde Europeia 2020, na Praça do Município, junto aos Paços do Concelho, abriu esta segunda-feira ao público, com a apresentação de quatro candidaturas aprovadas no âmbito da distinção de Lisboa como capital verde europeia. Mais do que um espaço da autarquia, defende José Sá Fernandes, vereador com os pelouros do Ambiente, Estrutura Verde, Clima e Energia, este será “um ponto de informação para os cidadãos”.

Além das conferências que se realizarão durante o ano em que Lisboa é a Capital Verde Europeia, a sala será um pólo cultural e informativo ao serviço da cidade e de quem quiser saber mais sobre ela.

 

O ecrã permite consultar a programação da Capital Verde Europeia
Fotografia: Sebastião Almeida

 

O espaço está dividido em três partes. Uma das salas, logo à esquerda, é onde a equipa da Capital Verde Europeia está instalada. Na sala à direita funciona uma zona informativa com um ecrã onde o público pode ter acesso a informações sobre as obras que ocorrerão na cidade por causa da iniciativa, assim como consultar a agenda de eventos do município. Esta divisão debruça-se sobre as cinco grandes áreas de actuação da capital europeia: água, energia, resíduos, mobilidade e estrutura ecológica.

Mais atrás, está a zona onde, por agora, serão realizados os debates e conferências mas que, mais tarde, receberá o balcão de atendimento ao público que estava na Rua do Ouro. O novo espaço da câmara terá também uma parte dedicada ao Orçamento Participativo da cidade, onde os munícipes poderão votar nas propostas que considerem mais importantes e consultar os restantes projectos.

“No fundo isto é o que queremos que seja a Capital Verde Europeia”, resume o vereador. Além de um quartel-general da iniciativa, este espaço terá uma programação própria, independente das salas ditas maiores, que será anunciada ao longo dos próximos meses. E haverá também merchandising da Capital Verde Europeia feito com materiais ecológicos, como é o caso das t-shirts fabricadas em algodão orgânico.

Praça do Município, 09.00-18.00

+ A programação da Capital Verde Europeia

Publicidade
Publicidade