A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

No novo brunch da Cervejaria Liberdade só faltam os pregos no pão

Por Catarina Moura
Publicidade

Ainda antes de se ver o longo balcão bem recheado ao centro da sala da Cervejaria Liberdade, vê-se uma rapariga mascarada de Minnie à porta. Não são delírios de noites mal dormidas (até porque não há razões para madrugar), nem um engano qualquer na entrada deste restaurante do Tivoli. O novo brunch de domingo da Cervejaria Liberdade pega naquele que a antiga Brasserie Flo já servia e acrescenta-lhe uns quantos traços. Um deles é um cantinho para as crianças, para poder beber espumante e dar cabo de uma perna de borrego sem as perguntas de quem está na idade dos porquês.

O balcão central da Cervejaria Liberdade (que substituiu a Brasserie Flo no ano passado) está cheio de doces, saladas e num dos topos tem uma estação onde se cozinham omeletes, ovos mexidos e estrelados – os esperados ovos Benedict têm de se pedir e são feitos na hora. É por aqui também que está uma das diferenças em relação ao brunch que se tomava nesta sala no tempo do anterior restaurante: uma estação de marisco, tártaros, ceviches e recheio de sapateira que aproxima esta refeição domingueira da ideia da cervejaria.

cervejaria lisboa, brunch
Para além dos clássicos do brunch, há pratos quentes e marisco
DR

Depois de uma boa variedade de pães, waffles ou panquecas, a organização do espaço pede-nos que entremos numa fase mais séria do domingo – e por esta altura já estará a sentir-se num almoço tardio e corpulento. Uma mesa com pequenos salgados fritos rissóis, croquetes e chamuças leva-nos para as duas grandes cloches com pratos quentes que mudam todos os fins-de-semana do mês (tal como a oferta de sobremesas, todas porções muito pequenas, para que não haja grandes problemas em comer uma e não outra). Para o momento quente da tarde, há sempre um prato de carne e outro de peixe e podem ir da perna de borrego assada ou lombo Wellington a uma cataplana de mariscos ou canja de bacalhau e berbigão.

Depois de afinado todo o serviço, a ideia da Cervejaria Liberdade é ter um carro de showcooking a fazer e servir pratos como os tais ovos Benedict ou uma lagosta thermidor, dentro do horário do brunch. Tudo a fazer coincidir o conforto do brunch tardio com os clássicos mais festivos de uma cervejaria só se sente falta de uns pregos no pão.

Tivoli Avenida, Avenida da Liberdade, 185. Dom 12.00-16.00. 45€ por pessoa.

+ Os melhores brunches em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade