Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right No novo restaurante de Campo de Ourique partilha-se a Qura

No novo restaurante de Campo de Ourique partilha-se a Qura

Publicidade

O chef Manel Perestrelo, já conhecido em Campo de Ourique como o Moço dos Croissants, abriu um restaurante de comida portuguesa com apresentação moderna e um vinho como montra principal.  

A Qura é um vinho rosé produzido em parceria com Diogo Reis, da Quinta do Sanguinhal, no Bombarral, sem muito álcool, nem muito seco nem muito doce, e numa cor que contrasta bem com rosés mais pálidos. É servido bem fresco e a primeira rodada neste restaurante em Campo de Ourique, para o qual foi feito de propósito, é por conta da casa para “curar um mau dia de trabalho, celebrar um bom, conviver com os amigos ou simplesmente curar todos os males”. 

 

A Qura
Fotografia: Manuel Manso

 

Manel Perestrelo pensou este restaurante como uma taberna portuguesa modernizada, onde a refeição, de partilha, gira em torno de uma garrafa de vinho. Há um balcão com oito lugares, que o chef quer usar também para ter mais contacto com os clientes, e mais de duas dezenas de lugares em mesas montadas com loiças em azul e branco, uma de cada nação, à antiga. 

 

Há um balcão com oito lugares logo à entrada
Fotografia: Manuel Manso

 

À entrada há uma parede coberta com as garrafas vermelho vivaz. “O Qura é um vinho de refresco, o refrigerante cá do sítio, pensado para agradar a homens e mulheres”, explica Manel. Apesar de ser o ícone da casa, depois da tal primeira rodada grátis, servida em taça de champanhe, pode escolher continuar no mesmo registo ou acompanhar a refeição com uma das outras 25 referências vínicas ou com um cocktail.

 

Sonhos de polvo
Fotografia: Manuel Manso

 

A carta é concisa, com apenas uma folha, sem divisão entre entradas e pratos principais, e há a promessa de mudança total três vezes por ano para responder à sazonalidade de produtos e à criatividade do chef. 

 

Lula com puré de raiz de aipo e pesto de coentros
Fotografia: Manuel Manso

 

Por enquanto há 12 opções. Pode partilhar os sonhos de polvo, aioli e cebolinho (7,50€), o tártaro de novilho acompanhado por tostas finas e mostarda de pickles (10€), a bochecha de porco com kumquat (8,50€), as batatas com queijo da Serra e praliné (7€), a lula com puré de raiz de aipo e pesto de coentros (9,50€), o camarão em beurre blanc e pão frito (9€), as favas com ovo escalfado, tomate escalfado, tomate seco e manjericão (8,50€) e o atum e pak choi braseados (10€). Há também um preguinho de novilho no pão (8€) “para quem só quer vir beber um copo e picar qualquer coisa”, destaca, e o McQura, um hambúrguer servido em tabuleiro e embrulhado em papel como nas cadeias comerciais, com carne barrosã DOP, queijo cheddar, ketchup e pickles caseiros (12€). 

 

O hambúrguer McQura
Fotografia: Manuel Manso

 

De terça a sexta-feira há pratos do dia, mais individuais e para almoços mais rápidos, e tome sempre atenção às propostas do quadro de ardósia com as chegadas mais recentes dos fornecedores de queijos e charcutaria e com os acompanhamentos de certos pratos.

 

Folhado com doce de ovo, noz caramelizada e canela
Fotografia: Manuel Manso

 

Dada a proximidade com O Moço dos Croissants, a loja especializada em croissants de massa folhada que abriu em Novembro de 2017, é daí que vem o pão e a massa folhada, por exemplo, para a sobremesa com doce de ovo, noz caramelizada e canela (6,50€). Nos doces encontra também uma mousse de chocolate branco tostado com frutos vermelhos e café falso (5€), um bolo cremoso de chocolate e cacau (5,50€) e uma tarte de maçã que o chef tornou conhecida no Salmora, o projecto no Algarve onde se mantém como chef consultor.

Rua Coelho da Rocha, 110A (Campo de Ourique). 91 560 2947. Ter-Sáb 12.00-15.30/19.30-23.00.

+ Os melhores restaurantes em Campo de Ourique

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade