A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Nomad Goods: a loja-ateliê onde o minimalismo dá a mão ao design

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Teve a sua fase nómada, cheia de dúvidas e incertezas, mas assentou. Natália Vitorino abriu em Santos a Nomad Goods, uma loja despretensiosa, cheia de minimalismos e que põe o design num altar. E, não contente, ainda acrescentou à equação um café e um ateliê.

Entalada entre as movimentadas Rua do Poço dos Negros e Rua da Boavista, está a Rua dos Mastros que ganhou uma nova inquilina há pouco mais de um mês. A Nomad Goods abriu no número 27, toda catita e com um neón rosa chiclete a espreitar cá para fora, tudo pelas mãos de Natália, designer gráfica e de interiores, que decidiu pôr mãos à obra e criar um projecto à sua imagem, tudo de raiz, tudo da sua autoria. “A Nomad é uma junção de sinergias que faz sentido para mim, quero uma coisa harmoniosa”, explica.

A mesa ao centro convida a tomar um café
Fotografia: Manuel Manso

Esteve em Londres dez anos e na carteira traz o peso de marcas como a Levi's, C&A, Adidas, Lindex, Sainsbury's ou Primark. “Tudo o que fiz antes foi mais numa onda residencial, trabalhar com outros clientes, cumprir objectivos e directrizes específicas. Aqui é diferente. O projecto é meu. Fui eu que o pensei e agora está finalmente aberto”, conta-nos. Quando voltou a Portugal, há quase dois anos, ainda se aventurou numa agência, mas não sentiu o clique, a paixão que se deve sentir quando se trabalha no que gosta. Tirou férias e partiu para Bali, onde começou a magicar e a pensar que, se calhar, estava na hora de se aventurar a solo. “Vi muita coisa em Bali, muitos projectos, muitos espaços incríveis e comecei a achar que estava na hora de me atirar de cabeça, arriscar e usar todas as ferramentas que tinha à minha disposição”, diz com entusiasmo de quem já tem, finalmente, uma porta aberta. “Fiz o branding, desenhei o espaço, escolhi os produtos que quis ter aqui à venda nesta fase inicial e agora estou a tentar perceber o que as pessoas querem, o que procuram.”

As inspirações para a Nomad Goods vieram de longe e de vários pontos do mapa mundo, tal como manda o nomadismo. Dos tapetes da Califórnia às almofadas com padrões, colheres de madeira, peças em casca de coco, jarras em cerâmica da Indonésia ou do Vietname.

Jarras, pratos, taças e almofadas, vem tudo de destinos por onde Natália já viajou
Fotografia: Manuel Manso

“Há uma vontade de dar mais valor a tudo o que é feito à mão, cria-se esse valor acrescentado, as pessoas começam a ter mais noção de que a massificação da produção começa a tornar-se desnecessária quando temos uma oferta melhor deste tipo de produtos, que são únicos”, afirma. As prateleiras não estão cheias, mas estão organizadas, tudo é muito simples e com uma vibe californiana como Natália gosta, sem “ser uma avalanche de informação e coisas nas prateleiras”.

A ideia da designer é ter ali um ponto de encontro, onde as pessoas se sintam à vontade para comprar, ver, mexer, perguntar, e a isso ajuda a mesa ao centro com meia dúzia de cadeiras para quem por ali passar ficar para um café. “Não quero que a Nomad seja um café, mas ter este menu ajuda a cativar as pessoas, a ficar, a ler, a falar comigo, a trocar ideias”, explica. O café é de especialidade, da Coffee Roasters, e pode ainda pedir horchata, chás gelados, bolos caseiros e uma série de revistas de arquitectura, decoração e design como é o caso da Milk ou a Apartamento. Tirando estas, só para consulta na loja, Natália vende a revista Above Sea Level, de uma amiga, e que terá agora um segundo número dedicado a Portugal.

Agora que está tudo de pé é começar a apostar nas investidas que Natália tinha pensado de início. O primeiro workshop vai acontecer no dia 27 de Julho, e vai fazer a ponte entre o design e o equilíbrio, a atenção e o foco que cada pessoa coloca nas actividades diárias – no Design the life you want (inscrições: charlene@harmonizeyou.com; 17.00; 29€) vão acontecer muitas colagens que podem resultar num belo quadro lá para casa. “Os workshops vão acontecer com mais frequência, é uma forma de conhecer pessoas com os mesmos interesses e que querem fazer coisas fora da caixa – quero fazer parte desse processo com a Nomad.”

No dia anterior, a 26 de Julho, o projecto de Jessica Walsh, o Ladies, Wine and Design celebra dois anos de presença em Lisboa e a Nomad Goods vai acolher a festa a partir das 20.00.

Nomad Goods. Rua dos Mastros, 27. Seg-Sáb 10.00-18.00.

+ As melhores lojas para crianças em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade