A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Nydus
Nydus

Nydus: os pais também querem (e precisam de) atenção

Da amizade entre duas enfermeiras nasceu o Nydus, um serviço de visitas ao domicílio para apoio no pré e pós-parto.

Por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Nicole Silva é enfermeira há quase 15 anos e Rute Guterres há mais de 20. Especialistas em Saúde Materna, Obstetrícia e Ginecológica, sabem de cor as dúvidas, medos e ansiedades das grávidas e puérperas. Por isso mesmo, resolveram inaugurar, em plena pandemia, o Nydus, um serviço de cuidados pré e pós-parto ao domicílio. “Sair de casa com um recém-nascido requer uma grande logística”, diz Nicole, confessando que, “apesar de trabalhar na área”, se sentiu muito sozinha e insegura quando foi mãe pela primeira vez. “Faz parte. E é essa a principal razão para irmos a casa das famílias, prepará-las para a chegada de um bebé, mas também acompanhar e ensinar a fruir o momento da melhor forma.”

O projecto, especializado e de proximidade no conforto do lar, começou a ser pensado durante o primeiro confinamento, mas já era um sonho antigo, que de repente se revelou uma necessidade. “Acabámos por nos aperceber como, no meio desta confusão, muitas mamãs não tiveram preparação para o parto nem acompanhamento, e se sentiram muito perdidas”, conta Rute, que não hesita em destacar a importância do apoio à parentalidade. “Por mais que uma mulher se prepare para o parto e saiba, na teoria, o que precisa para cuidar de uma criança, só depois de se vivenciar se entende a dimensão da experiência.”

Nydus
Nydus

Com quatro pacotes disponíveis (desde 160€), para duas a cinco sessões personalizáveis de duas horas, o Nydus inclui cursos de preparação para o nascimento e para a parentalidade (ou seja, não é só para as mães, é para os pais também), assim como apoio no pós-parto, desde o “teste do pezinho", para despistar doenças que podem beneficiar de tratamento precoce, até ao ensino de manobras para acalmar as cólicas ou de ferramentas para desenvolver e fortalecer o vínculo afectivo entre os pais e os seus rebentos. “O nosso maior foco é desde a gravidez ao primeiro mês de vida do bebé, mas é fundamental haver toque, porque é um momento único de interacção com as crianças.” E não só.

O toque – através de colo, abraços ou da massagem infantil, que Nicole e Rute mostram como fazer com recurso a um boneco “prematuro” – não só reduz o cortisol, a hormona do stress, como aumenta as endorfinas do “bem-estar” e a oxitocina, associada ao amor e à sociabilidade. “A massagem infantil é uma massagem de alívio e relaxamento para o bebé, mas, mais do que isso, é uma forma de nutrição da relação”, garante Nicole, que usa técnicas da Associação Internacional de Massagem Infantil, inspirada na massagem indiana e sueca e em princípios de ioga e reflexologia. Além de cuidados infantis, há ofertas mais direccionadas às mães, nomeadamente no que diz respeito à amamentação e até à avaliação física e geral da mãe, para detectar possíveis problemas. “Agora fazem-se muitas consultas por telefone e estar in loco é completamente diferente.”

Nydus
Nydus

Como profissionais de saúde, Nicole e Rute (que têm respondido a muitas questões sobre a gravidez e o nascimento em tempo de pandemia, quer no Facebook quer no Instagram) garantem ainda o respeito por todas as normas de segurança e higiene, inclusive o uso de material de protecção individual. Por outro lado, avisam que, ao fazer consultas domiciliárias, a família está já a minimizar os contactos, em comparação com os que faria se fosse a um centro de saúde, hospital ou clínica. À proximidade e à segurança, junta-se a cereja no topo do bolo: descontos noutros serviços e marcas, como a Medela, que vende produtos para facilitar a amamentação, o ginásio Academia, que oferece treinos em casa, ou a Sparkle, para cuidados de beleza. Mas também a oferta de um welcome gift, com produtos Vichy e La Roche Posay para bebés. “É um miminho.”

+ Sete podcasts sobre maternidade em português

+ Leia já, grátis, a edição digital da revista Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade