A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Mural André Carrilho
Mariana Valle Lima

O 25 de Abril pandémico de André Carrilho é agora arte urbana na estação de Sete Rios

A ilustração alusiva ao 25 de Abril e à pandemia ganha vida e dimensão numa obra de arte urbana.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

No dia da Revolução dos Cravos, o jornal Diário de Notícias dava espaço na sua capa a um cartoon exclusivo do ilustrador André Carrilho alusivo ao 25 de Abril e à própria da pandemia. Agora, a mesma ilustração ganha cor e dimensão na estação de Sete Rios.

Foi através da Galeria de Arte Urbana | GAU que a iniciativa se concretizou e viu a luz do dia em plena estação de Sete Rios, por onde passam centenas de pessoas diariamente. Está instalada numa parede que dá acesso ao edifício do lado da Avenida Columbano Bordalo Pinheiro.

Mural André Carrilho
Mariana Valle Lima

“No fundo, no meio de uma crise temos de nos agarrar a uma coisa boa e o 25 de Abril é uma dessas coisas. É uma das coisas que nos dá esperança, e a analogia está aí”, conta-nos André Carrilho. A ilustração mostra uma criança de máscara a segurar um cravo de onde sai um arco-íris, o símbolo de esperança adoptado durante o período de confinamento e que se viu em janelas de todo o país acompanhado da frase “Vai ficar tudo bem”. 

“A ilustração que fiz para o DN até tinha o propósito de ser recortada e colocada na janela, como tantos outros desenhos que foram aparecendo”, explica. “Só que depois começou a ganhar outra dimensão com as partilhas nas redes sociais e começou a ganhar vida própria”.

O ilustrador começou a ter vários pedidos para disponibilizar a imagem e acabou até por fazer uma edição impressa com a Stolen Books. “Mesmo depois da edição impressa, continuava a olhar para a imagem e a pensar como é que a podia levar até mais pessoas”, diz. “Era o testemunho de uma época que podia servir de paisagem às pessoas, já que elas responderam tanto à ilustração, devíamos estar num local público”.

Foi aí que entrou a GAU e pôs tudo a mexer para dar outra vida à estação de Sete Rios. O desenho é de André Carrilho, mas a execução propriamente dita é de RAPS, artista de arte urbana conhecido pelo seu traço de graffiti. 

+ Leia aqui a Time In desta semana

+ Siga este roteiro de arte urbana em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade