A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Ritz ovos
DR

O brunch buffet do Ritz resistiu ao vírus mas alterou as regras

Restaurante Varanda voltou a servir o famoso banquete de fim-de-semana mas agora já não é um buffet para todos, é um “brunch privado”.

Por
Ines Garcia
Publicidade

Também o histórico Ritz Four Seasons Hotel Lisboa se viu obrigado a fechar as suas portas a 23 de Março, pela primeira vez em 60 anos, e só a 1 de Agosto as reabriu, com novas medidas de segurança e ainda sem os restaurantes em funcionamento, privilegiando as refeições no quarto. Agora já em pleno funcionamento, adoptaram um novo normal para uma das refeições mais queridas de hóspedes e não hóspedes, o brunch buffet aos fins-de-semana, agora servido como uma experiência de “brunch privado”. 

Assim que cruzar as portas do hotel, com reserva feita para a sua refeição, vai ter de passar num teste simples de duas perguntas após desinfectar as mãos: se houve algum contacto próximo com situações de risco de contágio e se tem algum sintoma a apontar. Não tendo, é seguir caminho até ao restaurante Varanda onde o encaminharão para a sua mesa. 

Não há já as mesas ao centro repletas de comida apetitosa mas assim que se sentar, explicam-lhe tudinho sobre a nova experiência de banquete: cada reserva tem direito a uma mesa de apoio mesmo ao lado da sua mesa de refeição, com o seu próprio brunch buffet. Logo à partida, há guacamole, hummus de tomate assado, crackers e tortilha crocante, selecção de charcutaria e queijo e uma trilogia com focaccia, pão e pão com chouriço. Há também croissants ou pain au chocolat.

Depois vão-lhe chegando mais opções para o seu buffet privado, de onde só os clientes dessa reserva se podem servir, entre as quais salmão fumado e salmão karashi, ostras com molho shizo verde, pressé de sapateira, camarão marinado, tártaro de salmão com yuzu e maracujá ou saladas como a de lentilhas com bockchoy, espargos e cenoura baby, fregola com cogumelos e romã ou arroz selvagem com camarão, rebentos de soja e pleurotus com molho asiático. Os ovos, mexidos, estrelados ou Benedict, pode pedir no momento.

Além deste pequeno banquete privado, mantêm-se as estações de comida feita no momento, às quais poderá ir com máscara e tentando evitar filas. Há a live station de sushi e sashimi, a de comida asiática, o barbecue (no exterior), com pratos do dia sempre a rodar mas onde pode encontrar peixe grelhado, espetadas de camarão e lula ou carnes como o onglet, o carré de borrego e o bife da vazia. Uma vez feita a escolha ao balcão destas estações, é-lhe levada à mesa.

As sobremesas, com assinatura do chef de pastelaria Fabian Nguyen, funcionam no mesmo registo – basta que ainda tenha estômago para elas. No balcão doce tem frutas frescas e de época variadas, o famoso mil-folhas em versão mini (para este tem mesmo de guardar espaço), tarteletes de chocolate e framboesa, financiers, macarons, mini eclairs ou profiteroles que podem ser recheados com os gelados artesanais do carrinho da Artisani ali estacionado mesmo ao lado. 

O valor deste novo brunch buffet privado está fixado nos 78€ por pessoa, mas é refeição de luxo que vale a pena. Vá por nós e vá em jejum.

Ritz Four Seasons Hotel Lisboa. Rua Rodrigo da Fonseca, 88 (Marquês). Sáb-Dom 12.30-15.00.

+ Os melhores brunches ao domicílio

+ Leia já, grátis, a edição Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade