A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Fábrica da Musa
Fábrica da Musa

O futuro da comida é das mulheres e são elas que vão cozinhar na Fábrica Musa todos os domingos

Jenifer Duke, dona da loja e bar de vinhos Rebel Rebel, é a fundadora do projecto The Future of Food is Female, que junta mulheres do mundo da gastronomia e lhes dá palco.

Por
Ines Garcia
Publicidade

São muitas e boas as mulheres que trabalham em gastronomia em Portugal, mas muitas vezes escondem-se nas cozinhas ou não têm o palco que merecem. A norte-americana Jenifer Duke, que trocou Nova Iorque, Berlim ou Califórnia por Lisboa, lançou a plataforma The Future of Food is Female, ou simplesmente Triple F, para celebrar essas mulheres na cozinha, mostrar os seus projectos e criar uma comunidade forte.

A primeira grande acção do Triple F será um takeover da cozinha da Fábrica da Musa, em Marvila, todos os domingos do mês de Agosto, das 12.30 até às 21.00, e terá desde tacos mexicanos a báhn mìs vietnamitas ou frango frito. 

View this post on Instagram

I'm super excited to announce that EVERY SUNDAY for the month of August, Triple F will be taking over the kitchen at Fabrica Musa to bring you an incredible lineup of womxn chefs! For this series we will be highlighting the womxn who have their own culinary projects not set in a traditional restaurant environment. This means you'll have a very special opportunity to enjoy their creations in the brewery for ONE DAY ONLY!! As if that weren't enough... we'll be joined by the femm musical empowerment ensemble, Baque Mulher, who will be bringing music to our ears, literally, every Sunday from 17h - 20h inside the taproom. ⁣ ⁣ 🍽 What⁣ Each Sunday a different guest chef will take over the kitchen to serve up their amazing food, from tacos to bánh mì to fried chicken. Music by Baque Mulher.⁣ ⁣ 🧑🏻‍🍳🧑🏼‍🍳🧑🏽‍🍳🧑🏾‍🍳🧑🏿‍🍳 Who⁣ Check back every week to find out who's cooking next! We have a rockstar lineup of FIVE guest chefs and FOUR super special suppliers. ⁣ ⁣ 📍 Where ⁣ The beautiful brewery taproom, Fabrica Musa, in Marvila. ⁣ ⁣ ⏰ When⁣ Every Sunday in August from 12:30 - 21h! So that's the 2nd, 9th, 16th, 23rd, and 30th of August! ⁣ ⁣ 💌 How To Attend⁣ Reservations are STRONGLY SUGGESTED! There are plenty of indoor and outdoor tables. Contact Musa to book your table!⁣ 📞 926 710 072⁣ ⁣ 🤜🏻🤛🏻 Giving Back To The Community⁣ 5% of sales will be donated to a local charity helping womxn in need! ⁣ ⁣ #tripleflx #triplef #thefutureoffoodisfemale #fabricamusa #lisbon #lisboa #womensupportingwomen #baquemulher ⁣

A post shared by The Future of Food is Female (@tripleflx) on

Dia 2, a mexicana Paulina Loya – responsável pelo novo pop-up mexicano da cidade, o Paloma Negra, no The Mill – vai transformar a tap room numa taqueria tradicional. No domingo seguinte, dia 9, a viagem mantém-se ao México, com Karla Mañé, cozinheira e pasteleira com o negócio próprio Fava Warm Cooking. 

Dia 16 de Agosto é a vez de Yu Lin Humm, filha de pai suíço e mãe vietnamita mas nascida em Itália, que servirá pratos vietnamitas autênticos, confeccionados com produtos locais orgânicos. No penúltimo domingo do mês, 23, Lara Espirito Santo, portuguesa que cresceu no Brasil e se tem dedicado a uma vida na cozinha sem desperdício, vai criar um menu usando produtos subvalorizados. O mês fecha com a organizadora e dona da loja e bar de vinhos orgânicos Rebel Rebel, Jenifer Duke, que quer transformar a Musa num bar de street food coreana por um dia. 

Este é apenas o primeiro mês do projecto, que estará aberto a todas as mulheres cozinheiras que queiram participar e mostrar a sua obra. “Compreendo que possa parecer que estamos a criar um clube exclusivo, especialmente para os homens, mas há muito mais plataformas e prémios a destacar os homens desta indústria e muito menos a celebrar as mulheres, explica Jenifer. Este projecto quer trazer para a ribalta mulheres de todas as identidades, culturas e etnias.”

Em paralelo com os menus especiais de cada domingo, haverá outros negócios no feminino em destaque todas as semanas: Ana Jugen, com dupla nacionalidade brasileira e suíça, terá uma torneira da sua kombucha artesanal, Fiz Kombucha, junto às cervejas artesanais da Musa; Valentina Amaral fornecerá os ingredientes fermentados, como miso, koji ou vegetais fermentados. Os doces ficarão a cargo da marca de sobremesas de Juliana Penteado, a Barü Pastry, que usa óleos essenciais na sua produção. E não estranhe se as vir a todas com a mesma máscara social de protecção, uma vez que será a luso-canadiana Pippa Wilson a artesã das máscaras de algodão orgânico tingido com sumo de frutas e vegetais. 

Os pratos vão ter preços desde os 2,50€ até aos 10€ e 5% do lucro alcançado em cada domingo será doada a uma instituição de apoio a mulheres.

Durante o takeover, entre as 17.00 e as 20.00, haverá música ao vivo com o Baque Mulher Lisboa, um projecto de maracatu formado por mulheres. 

Tendo em conta as restrições à capacidade total do espaço, é recomendada a reserva, seja para a esplanada ou para o interior da Fábrica.

+ Marlene Vieira: “A restauração dantes dava para todos, agora só vai ficar quem gosta e luta”

+ Leia já, grátis, a nova edição da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade