A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Schnellertollermeier
Simon HabeggerSchnellertollermeier

O jazz europeu volta aos jardins do Goethe-Institut em Julho

Depois de dois anos de cancelamento, o festival Jazz im Goethe-Garten regressa finalmente entre 6 e 15 de Julho para a sua 16.ª edição.

Escrito por
Luís Filipe Rodrigues
Publicidade

Já tínhamos saudades. Três anos após a 15.ª edição – e depois de um cancelamento a poucas semanas do início, em 2021 – parece que é desta que o festival Jazz im Goethe-Garten volta a realizar-se. Se tudo correr bem, o jazz europeu mais livre vai ouvir-se nos jardins do Goethe-Institut entre 6 e 15 de Julho, ao final da tarde.

O Garuda Trio, dos portugueses Hugo Costa (saxofone), Hernâni Faustino (contrabaixo) e João Valinho (bateria), dá o primeiro concerto, pelas 19.00 de quarta-feira, 6 de Julho. Segue-se, um dia mais tarde, o jazz hipnótico dos suíços Schnellertollermeier, que combinam os nomes e os instrumentos de Andi Schnellmann no baixo eléctrico, Manuel Troller na guitarra elétrica e David Meier na percussão. 

Uma semana depois, a 13 de Julho, sobe ao palco o quarteto de clarinetes austríaco Woody Black 4. E, no dia seguinte, os italianos Weird Box, liderados pelo saxofonista Francesco Bearzatti. Por fim, a 16, o Jazz im Goethe-Garten vira-se para a Alemanha. É lá que está a viver o celebrado contrabaixista português Carlos Bica, que vem acompanhado pelos alemães Daniel Erdmann (saxofone) e DJ IllVibe (gira-discos).

Os bilhetes podem ser adquiridos nos dias dos concertos, a partir das 18.00, e custam 7€. Há descontos para estudantes, séniores, menores de idade e desempregados, ou para quem comprar bilhetes para três, quatro ou cinco espectáculos diferentes.

+ Jazz em Agosto continua a mostrar o que pode ser o jazz neste tempo

+ edpcooljazz encerra cartaz com três concertos por noite

Últimas notícias

    Publicidade