Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right O mítico bar Pai Tirano está de regresso à Bica
Notícias / Bebida

O mítico bar Pai Tirano está de regresso à Bica

Filipa Faria, Pai Tirano
Manuel Manso

Depois de dois anos fechado, o Pai Tirano, mítico bar da Bica, vai reabrir nos próximos dias – se tudo correr bem no sábado. Falámos com Filipa Faria, a nova gerente e antiga cliente.

Tempos houve em que a Bica era um dos sítios preferidos dos alfacinhas para beberem copos inclinados. O Pai Tirano, numa rua mais recôndita, a mesma onde foi filmado o filme com o mesmo nome de 1941, tornou-se sinónimo de boa música, boas conversas e boas tostas. Depois de dois anos fechado, Filipa Faria, que costumava frequentar o bar há mais de uma década, decidiu dar-lhe uma nova vida e tentar voltar a pôr a Bica no roteiro cool da noite na cidade.

Como surgiu a oportunidade de ficar com o bar?
Foi através de um amigo que me falou nesta oportunidade e não hesitei. Pensei que não só poderia ser uma excelente oportunidade como também as excelentes memórias que tenho do espaço me dariam asas à imaginação.

Que memórias são essas?
É um bar que frequentei regularmente durante muitos anos. Houve uma longa fase em que a rotina era Suave, Pai Tirano, Incógnito… Noites muito longas. Foi uma fase muito divertida da minha vida.

É um bar histórico da Bica, dos tempos em que o bairro era o sítio preferido de muitos alfacinhas para sair à noite. Concorda?
Sim. É um bar com história e carisma. Qualquer pessoa que saísse à noite nesses tempos conhece O Pai Tirano. Gostava muito de ter todas essas pessoas de volta ao bar.

Por isso optou por manter o nome?
Por ser emblemático, gosto muito. Tirado do contexto [do filme] ainda tem mais piada.

A decoração antiga incluía posters antigos de cinema. Depois das obras isso vai mudar?
Agora não há propriamente um tema definido. Mantivemos a mobília e a disposição, mas vamos mudar um pouco as cores. Vamos manter o mesmo género.

Diria que é um bar ideal para...?
Para estar, beber um copo, comer uma tosta, conversar, perder as horas e deixar-se ficar até ao fim. Vai ser um espaço descontraído, descomplicado, com bom ambiente, leve e agradável.

O que vai acontecer na noite de inauguração?
Vamos abrir as portas [risos]. Não vamos propriamente ter uma inauguração, esperamos rever muitos amigos que foram ao longo dos anos ao Pai.

A que dias vai estar aberto e em que horário?
Agora no início vamos estar abertos quarta e quinta, das 18.00 à 23.00, sexta, das 18.00 à uma, e sábado e domingo, das 15.00 à uma.

Já estava ligada ao mundo dos bares ou da restauração?
Trabalho durante o dia como programadora. Nos últimos anos vivi em Brighton, em Inglaterra, e trabalhei em bares e hotelaria e gostei imenso. Agora decidi coordenar as duas actividades.

Acha que a Bica já perdeu o hype ou nunca passou de moda?
Vivi fora os últimos anos e cheguei há pouco tempo mas acho que embora não seja tão frequentada como antes, ainda tem muita gente e também é uma zona de muito turismo. Espero ajudar a atrair ainda mais gente com a abertura do Pai Tirano.

Travessa da Laranjeira, 35 (Bica). Quarta e quinta, das 18.00 à 23.00, sexta, das 18.00 à 01.00, e sábado e domingo, das 15.00 à 01.00

Os 50 melhores bares em Lisboa

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments