A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Hotel Moxy
Fotografia: Gabriell Vieira

O Moxy Lisbon City é um hotel, mas também um espaço de cowork

O primeiro estabelecimento da marca Moxy Hotels em Portugal encontra-se em Picoas. É um espaço aberto a todos, cheio de música e arte urbana.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

A Moxy Hotels é uma marca da cadeia internacional Marriott, que decidiu lançar um conceito mais moderno, com pinta e acessível. Um modelo que aposta no franchising e cuja primeira unidade chegou a Lisboa há poucos meses. O Moxy Lisbon City é um hotel, mas aqui também se trabalha, entre copos e tecnologia.

Quem entra dá de caras com um bar, agora revestido a acrílicos, como medida de segurança contra a pandemia. Mas é nesse mesmo balcão que também se faz o check-in. Embora possa confundir alguns hóspedes, a confusão é logo ultrapassada com um cocktail de boas-vindas oferecido a todos os que reservam um quarto no Moxy. Com ou sem álcool, a receita é secreta.

Hotel Moxy
Fotografia: Gabriell Vieira

Ao lado encontra um espaço lounge, com uma mesa comunitária onde se pode sentar a trabalhar ou simplesmente a beber um copo, até porque a ideia é que os espaços comuns sejam polivalentes. Lembra um pequeno anfiteatro, onde alguns lugares sentados têm direito a uma tomada eléctrica e duas entradas USB, para carregar o computador ou ligar o telemóvel.

O espaço de cowork oficial, com mesas corridas e tomadas para carregar o computador, fica numa mezzanine por cima do anfiteatro. Os clientes também podem usar, gratuitamente e sem reserva, o iMac comunitário de serviço.

Hotel Moxy
Fotografia: Gabriell Vieira

Na porta ao lado funciona a sala de conferências, disponível sob reserva. Foi baptizada em homenagem a Amália e é um dos muitos espaços do hotel onde o tema da música marca a decoração. Tem o dedo do artista urbano BIGOD, responsável por grande parte do estilo deste Moxy, que fez os retratos da fadista e um neon à entrada que parece um xaile típico.

BIGOD desenhou também toda a sinalética do hotel e ainda deixou dois murais em paredes exteriores. Um deles fica na Moxy Arena, o terraço interior, com ervas aromáticas a brotar entre coloridos pneus de automóvel; o outro está no terraço da cobertura, onde há uma piscina com vista sobre a cidade. Ainda não tem bar, mas já está a ser estudado o melhor local para o instalar.

Hotel Moxy
Fotografia: Gabriell Vieira

Voltando ao piso de entrada, é possível parar no Food Lounge, onde os hóspedes podem tomar o pequeno-almoço e em breve vai estar disponível uma modalidade grab&go, para quem não tem tempo a perder. Aí encontra mais uma mesa, mais tomadas e até mais espaços para relaxar, como o Cantinho do Moxy e o Cantinho do Fado.

O Moxy Lisbon City tem ainda uma garagem subterrânea com 48 lugares que também dá música. BIGOD pintou retratos de vários músicos portugueses, e junto a cada mural encontra um código Spotify com uma lista de músicas do artista em destaque: Beatriz Costa, António Variações, Amália Rodrigues e Zeca Afonso. No entanto, só os hóspedes têm acesso a esta área do hotel.

Hotel Moxy
Fotografia: Gabriell Vieira

Quem ficar aqui ficar hospedado tem naturalmente direito a experiências extra, como o facto de todos os dias um quarto ser escolhido aleatoriamente para esconder uma surpresa. Pode ser uma mensagem escrita no espelho ou, quem sabe, um conjunto de guitarras insufláveis.

Moxy Lisbon City. Avenida Duque Loulé, 2A (Picoas). Instagram: @moxylisboncity

+ Nómadas digitais: descubra sete hotéis para teletrabalho

+ Isto vai aquecer: já chegou a nova edição da Time Out Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade