A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Pátio das Antigas, Lisboa Antiga, Kermesse de Paris
©DRKermesse de Paris

O Pátio das Antigas: O dia dos brinquedos de Natal

Coisas e loisas da Lisboa de outras eras

Por Eurico de Barros
Publicidade

A chegada dos brinquedos de Natal à Kermesse de Paris, na Baixa, era um ritual que assinalava a proximidade da quadra, e deliciava as crianças.

Inaugurada em Novembro de 1901, a Kermesse de Paris, situada na Rua 1.º de Dezembro (Rua do Príncipe, antes da implantação da República), entre os Restauradores e o Rossio, era a loja de brinquedos mais conhecida e mais cara de Lisboa, situada no edifício do luxuoso Avenida Palace Hotel, ao lado da Tabacaria A Fénix, onde os elegantes da capital se forneciam de tabaco. No início de Dezembro de cada ano, dava-se o ritual anual da chegada dos brinquedos que iam ser vendidos no Natal naquele estabelecimento.

É esse momento que a foto desta página, tirada em Dezembro de 1912, regista, mostrando algumas crianças a olhar, deliciadas, para os brinquedos que estão a ser transportados para o interior da loja, alguns já desencaixotados, caso dos cavalinhos de rodas, feitos de massa. Era também tradição os jornais lisboetas irem fotografar o momento da chegada dos brinquedos natalícios à Kermesse de Paris e fazerem a respectiva reportagem, para publicar nas edições do dia seguinte.

A Kermesse de Paris chegou a ter uma filial no Estoril, aberta em Dezembro de 1928, nas Arcadas do Parque, no lado oposto ao Casino Estoril e baptizada Kermesse do Parque. A loja não chegou a celebrar os seus 100 anos, porque fechou em 1990, deixando Lisboa, e a Baixa, sem a sua principal referência no comércio de brinquedos. Actualmente, está uma perfumaria no seu lugar.

+ Os segredos da calçada em Lisboa

+ Leia, grátis, as últimas edições da Time Out

Últimas notícias

    Publicidade