A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
O Pátio das Antigas, Lisboa Antiga, Hotel do Universo, Entre o Rossio e a Rua do Ouro
©DRHotel do Universo entre o Rossio e a Rua do Ouro

O Pátio das Antigas: O hotel da esquina do Rossio

Coisas e loisas da Lisboa de outras eras

Por Eurico de Barros
Publicidade

O Hotel do Universo, datado do século XIX, tinha um nome imponente, mas a localização, entre o Rossio e a Rua do Ouro, era o que o distinguia.

Antes de se chamar, pomposamente, Hotel do Universo, devido à mania de dar nas vistas do seu proprietário, um galego endinheirado e empreendedor chamado José Maria Gonzalez, este estabelecimento, que fazia esquina entre o Rossio e a Rua do Ouro, chamou-se, mais modestamente, Pomba de Oiro, e começou por ser uma hospedaria, aberta na década de 60 do século XIX.

José Gonzalez comprou-a em finais desse século, mudou-lhe o nome e ampliou-o, com a compra do prédio do lado da Rua do Ouro, melhorando as instalações. A entrada, curiosamente, fazia-se pela Rua do Carmo, já que no lado da Rua do Ouro o piso térreo estava ocupado por uma loja e pela Tabacaria Costa, uma das mais conhecidas da Baixa, também propriedade de galegos. Suceder-lhe-ia a Tabacaria Rossio.

Num anúncio ao Hotel do Universo publicado nos jornais em 1934, lê-se: “Todos os aposentos têm janelas, sendo muito higiénico; mesa à portuguesa completamente simples.” E logo a seguir, em letras maiores: “Preços módicos”. A pompa do Universo ficava restrita ao seu nome, mas mesmo assim, pela sua excelente localização, era um hotel com muita visibilidade e boa reputação na zona da Baixa. O Universo acabou por encerrar nos anos 70, na sequência do 25 de Abril e do período de agitação político-social e de crise económica que se lhe seguiu. No seu lugar, estão lá hoje escritórios e lojas.

+ Os segredos da calçada em Lisboa

+ O Pátio das Antigas: Os Olivais em Construção

Últimas notícias

    Publicidade