Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right O regresso da esgotadíssima 'História de Portugal' em 248 páginas
Notícias / Arte

O regresso da esgotadíssima 'História de Portugal' em 248 páginas

brevissima história de portugal

Muito mais do que um resumo do trajecto da nação para totós. A Brevíssima História de Portugal, de Oliveira Marques, está de volta às livrarias. 

A. H. de Oliveira Marques (1933-2007) ficará para sempre associado à monumental História de Portugal, três volumes que são um clássico da historiografia nacional. Mas o seu nome não fica menos ligado a um título bastante mais compacto, e há várias décadas esgotado.

 

Brevíssima História de Portugal (o título é mais ou menos explícito) adapta essa empreitada em três partes, num compêndio quase em formato de bolso. E antes que pense que o rigor pode ter sido comprometido, esqueça. Este está muito longe de ser um objecto para entreter preguiçosos, antes um precioso manual para estudiosos. 

"Desde o momento em que os primeiros homens chegaram à Península Ibérica, por volta de 2000 a.C., até ao final do Estado Novo e às independências das ex-colónias, passando por vários reis, viagens marítimas para a Índia e outros destinos, há muito para contar nestas páginas", descreve a editora, a Tinta-da-China, que reforça as novidades com mais dois lançamentos, inéditos — pode contar também com uma versão em francês e outra em inglês, também acabadinhas de sair. Por outras palavras, temos Histoire Abrégée du Portugal e Very Short Story of Portugal.  

+ Os livros que vamos querer ler em 2018 

Publicidade
Publicidade