A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

O regresso de Fuller House: em casa dos Fuller, tudo na mesma

Por Eurico de Barros
Publicidade

Os episódios da terceira temporada da série de comédia da Netflix Fuller House decorrem sob o signo do Verão, e toda a gente continua a meter-se em sarilhos.

Embora tenha sido um sucesso nos EUA, onde foi exibida entre 1987 e 1995 e conquistou vários prémios, a série de comédia americana Full House praticamente não deu nas vistas quando passou em Portugal, com o título Que Família!, há quase 30 anos.

A série foi ressuscitada pela Netfilx em 2016, com o título Fuller House, e uma inversão da premissa original. Agora, em vez de um viúvo que é ajudado a criar as três filhas pelo cunhado e pelo seu melhor amigo, é uma daquelas, D.J. Tanner-Fuller (interpretada pela mesma actriz, Candace Cameron Bure), agora adulta e a exercer veterinária, que após a súbita morte do marido, recruta uma das irmãs, Stephanie (Jodie Sweetin, também regressada à sua personagem), e a melhor amiga, para a ajudarem a criar os seus três filhos, todos rapazes.

Como escreveu um crítico americano, “Fuller House é a prova provada de que a nostalgia nunca morre.”

Fuller House, cuja terceira temporada começa esta semana na Netflix, passa-se na mesma casa da cidade de São Francisco da série original. Grande parte dos intérpretes de Full House repetem os seus papéis, ou aparecem ocasionalmente como convidados especiais, assegurando assim o efeito de continuidade e de familiaridade.

Esta nova temporada passa-se nas férias de Verão. Enquanto os mais novos procuram preencher os tempos livres ou arcam com as consequências de terem tido más notas, os adultos continuam a lidar com os seus problemas pessoais e complicações sentimentais, e a meter-se em sarilhos sortidos.

Sexta-feira na Netflix (novos episódios T3)

+ Filmes para ver este Natal na Netflix

+ Os melhores filmes de animação para ver este Natal na Netflix

Últimas notícias

    Publicidade