A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Sintra
Fotografia: Chris Barbalis/ UnsplashPalácio da Pena em Sintra

Palácio da Pena, em Sintra, foi o monumento mais visitado em Portugal

19,8 milhões de pessoas visitaram espaços culturais por todo o país. Quase metade das visitas ocorreram em museus da zona de Lisboa.

Por
Sebastião Almeida
Publicidade

O Palácio da Pena, em Sintra, foi o monumento nacional mais visitado em 2019, revelou esta terça-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE), na publicação anual dedicada à cultura. Apesar de o INE não descriminar o número de entradas, seguem-se na lista o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, no Porto, o Museu Colecção Berardo, em Lisboa, o Museu Tesouro da Sé do Porto e o Palácio Nacional de Sintra, num universo de 436 museus, monumentos e palácios contabilizados.

No total, no ano passado, registaram-se 19,8 milhões de visitantes a espaços culturais por todo o país, mais 1,5% em relação a 2018. Mas mais de metade desses visitantes eram estrangeiros (52,3%). Os cinco espaços culturais mais visitados do país receberam, por sua vez, 5,3 milhões de pessoas, 71,5% delas estrangeiras. Desse total, dois milhões foram oriundos de visitas de grupos escolares. Olhando para os números por regiões, 47,7% das entradas totais tiveram lugar em museus situados na Área Metropolitana de Lisboa e 30,4% na região Norte.

Importa ainda referir que nenhum destes cinco equipamentos culturais está sob a alçada da Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC), que no mesmo ano registou 4,6 milhões de entradas nos monumentos que tutela. Nessa lista, o Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, aparece como o espaço cultural mais visitado, com 1.096.283 visitas, segue-se a Torre de Belém também na capital, com 427.235 entradas e o Mosteiro da Batalha, com 416.793 visitantes.

+ Leia a Time Out Portugal desta semana

+ Conheça os monumentos de Lisboa e do Porto sem sair de casa

Últimas notícias

    Publicidade