A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Paulo Morais
DR

Paulo Morais é o primeiro embaixador português da gastronomia japonesa

Há mais de 30 anos que o chef do Kanazawa se dedica à cozinha do Japão. Uma longa carreira que agora lhe vale uma distinção pelo Governo nipónico.

Escrito por
Teresa David
Publicidade

O chef Paulo Morais foi nomeado Embaixador da Boa Vontade da Culinária Japonesa pelo Governo nipónico. Trata-se de um título oficial, criado em 2015, para difundir internacionalmente a cultura gastronómica do Japão, que havia sido elevada pela UNESCO, dois anos antes, a Património Cultural Imaterial da Humanidade. O cozinheiro do restaurante Kanazawa, em Algés, um destino de eleição para os apreciadores deste tipo de cozinha, é o primeiro português a quem é atribuída esta distinção.

"Estou muito feliz", conta Paulo Morais à Time Out. Apesar de ter mais de 30 anos de carreira dedicados à comida asiática e, em particular, à cozinha japonesa, e de ser até professor na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, o chef não esconde a surpresa. "Há dois anos a Embaixada do Japão [em Lisboa] falou comigo para me pedir dados sobre mim. Falaram-me desta distinção e disseram que estavam a analisar vários chefs pelo mundo inteiro. Pensei que seria muito difícil."

Agora que recebeu o título, o chef considera que passa a ter uma "responsabilidade acrescida" no que respeita à divulgação da gastronomia japonesa. "Ser considerado o Embaixador da Boa Vontade da Culinária Japonesa significa que tenho de estar mais focado, com mais conhecimentos, e transmiti-los. Como embaixador é importante a partilha e dar a conhecer mais sobre a cultura e sobre a gastronomia japonesa", sublinha. 

Em Portugal, só outro chef possui esta distinção: o japonês Masaki Onishi, do restaurante Ichiban, no Porto.

+ O clube do machado da Lx Factory cresceu e ganhou um restaurante

+ Em Benfica, um velho quiosque está como novo. E tem uma bedeteca

Últimas notícias

    Publicidade