A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Palms Blitz
Mariana Valle Lima

Pizzas e vinhos naturais: o Palms Blitz faz companhia ao Dr. Bernard na Costa

Restaurante abriu no Verão de 2020 com uma imagem rosa berrante e arte nas paredes. Esta temporada deixou o tex mex para trás e tem o húngaro David Liptay à frente de um conceito focado no fogo.

Por
Ines Garcia
Publicidade

Gregory Bernard deu um abanão ao quarteirão “do Barbas”, como foi muitos anos conhecido, em frente à Praia do Norte, na Costa da Caparica, e criou um complexo que junta bem-estar, criatividade, surf e boa comida e bebida. Em 2018 começou com um espaço, o Dr. Bernard, e foi expandindo o conceito, que em 2020 ganhou uma segunda casa, na mesma correnteza. Esta temporada, este último ganha nova roupagem e ao Palms junta-se o Blitz, o conceito gastronómico criado pelo húngaro David Liptay, que usa apenas o forno e o fogo para dar a provar pizzas, pratos vegetarianos gulosos e banana splits. 

O Palms é um dos últimos complexos do paredão, ao lado do Sentido do Mar, mas dificilmente passa despercebido, culpa das coloridas letras no topo do edifício, dos smilies amarelos ou do rosa e azul que lhe pintam paredes e tecto no interior, pintalgado com intervenções de artistas como Wasted Rita. Logo à entrada, junto à esplanada, está agora um imponente forno bronze.

Palms Blitz
Mariana Valle Lima

“O David e a mulher, Anna, vinham cá fazer competições de surf e conhecemo-los assim. Convidámo-los para um pop-up primeiro, mas agora vão ficar por cá”, diz à Time Out Ana Fernandes, designer de moda e directora criativa do Palms desde o Verão passado. “A marca dos Blitz vai muito bem com o nosso conceito, não é pretensiosa. Queremos servir comida que seja boa para as pessoas e que se preocupe com o impacto que tem no planeta”, acrescenta.

Quem são, então, os Blitz? David Liptay e a mulher, Anna Bárath, não são chefs, mas são entusiastas da cozinha que aprenderam tudo sozinhos e puseram em prática numa carrinha Opel Blitz de 1954, em Budapeste, na Hungria, tendo como foco o respeito pelos ingredientes e a sustentabilidade. Vieram para Portugal em busca de ondas e acabaram por ficar, descobrir novos ingredientes e produtores locais que lhes abriram os horizontes. “Queremos que o projecto seja zero desperdício, portanto isto são coisas com as quais estamos confortáveis e conseguimos garantir isso”, explica David.

Palms Blitz
Mariana Valle LimaVegan Dream

Na carta que agora estreiam na Caparica têm então pizzas de massa fofa – não sourdough porque a proximidade do mar e as mudanças de temperatura obrigavam a um controlo muito rígido. Entre as oito opções há a simples margherita (10€), a de salame picante com pimentos padrón a intensificar sabor (12€), a shroom, com requeijão, mozzarella, cogumelos shiitake, crudo de cogumelo ostra, pecorino romano e ervas frescas (12€), a cheesus christ, uma espécie de pizza quatro queijos com ricota de limão, mozzarella, gorgonzola, provolone picante e tomate semi seco (11,50€) ou a vegan dream, uma pizza-jardim, com tomate, folhas de couve, pimenta em conserva, verduras e flores da microgreens e uma ricota caseira de semente de cânhamo (12,50€).

“As possibilidades do fogo são infinitas, é só trabalhar com as diferentes temperaturas. Queremos fazer muito mais, representar a boa comida de conforto. As pizzas são apenas o início”, adianta o cozinheiro, de máscara e boné na cabeça, pronto para ir surfar mal acabe o serviço.

Palms Blitz
Mariana Valle LimaBeringela assada

Há outros pratos, quentes, que mostram o potencial do fogo, como é o caso da couve-flor inteira assada no forno com tahini (7€), que demonstra um pouco as inspirações israelitas da cozinha de David, ou a beringela assada com requeijão, tomate e crosta de parmigiano reggiano, a acompanhar com um pão de pizza (9€).

A sobremesa é uma versão de banana split: David corta a banana ao meio, põe no forno a lenha para ficar suave mas não demais, põe umas pepitas de chocolate e junta uma bola de pistácio e os ditos pistácios a acrescentar textura (6€).

Palms Blitz
Mariana Valle LimaCouve-flor inteira assada

A acompanhar tudo isto, há uma interessante carta de vinhos biológicos e produzidos de forma natural, bem como sidras artesanais.

Esperamos fazer do Palms um destino gastronómico de praia, cool e fresco, com diferentes opções gastronómicas”, reforça Ana Fernandes, e a verdade é que há grandes planos para o Palms e para o Dr. Bernard no Verão, falando-se já em pop-ups com outros chefs e cozinheiros, mercados e outros eventos. É estar atento às redes.

Praia do Norte, Apoio de Praia 11 (Costa da Caparica). Seg-Dom 12.30-22.30.

+ Dr. Bernard abre quiosque da Davvero na Costa 

+ Leia aqui a Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade