A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Polo Pôr do Sol
DR

'Pôr do Sol': série portuguesa já tem uma colecção de t-shirts

Chama-se Forevers and Evers e nasceu de um meme que se tornou viral no Twitter. Falámos com a autora da ideia.

Escrito por
Mauro Gonçalves
Publicidade

A série, já sabemos, tem estado a fazer furor entre o público. O que não era expectável é que "Pôr do Sol" galgasse o pequeno ecrã e se estabelecesse como um fenómeno de cultura pop. Isso está a acontecer. Desde a última sexta-feira, 27 de Agosto, que a marca Forevers and Evers vende t-shirts e polos cuja inspiração é absolutamente inconfundível. Cunhadas por diálogos e expressões de algumas personagens, a ideia partiu de uma designer gráfica de Lisboa.

"Começou no Twitter, há precisamente uma semana. Por brincadeira, fiz um meme com um polo alusivo ao Simão, o vilão da série. Aquilo tornou-se viral e chegou ao Rui Melo, que faz a personagem em questão. Falámos, houve uma série de outros memes a circular e, por fim, recebi um contacto do realizador", conta Telma Tavares, a mente criativa por detrás da Forevers and Evers.

Menos de uma semana depois, as primeiras peças estavam à venda numa página criada para o efeito. O polo "Comissão Nacional de Proteção de Agrobetos", ou as t-shirts "Jesus Quisto" e "Santas tardes, classe operária!" estão entre os itens mais vendidos desde então. À boleia do sucesso da série transmitida pela RTP, uma sátira das telenovelas portuguesas, Telma é agora a co-gestora da marca (através do estúdio Eat Your Cake), juntamente com a produtora Coyote Vadio.

"As pessoas têm achado graça", admite a designer. Tanta graça que já há novos produtos prontos a sair, apesar do último capítulo de "Pôr do Sol" ir para o ar já na próxima sexta-feira. Entre as novidades há mais t-shirts e um boné. Na loja online, Telma chegou a incluir produtos propositadamente esgotados – "Cavalo Testículo" e "Colar de São Cajó", referências que os verdadeiros fãs da série reconhecem imediatamente. Mas os preços astronómicos interferiram no processamento dos pagamentos e a designer acabou por retirá-los. A provocação não se perdeu, apenas foi direccionada para o Instagram.

Tal como aconteceu com muitos outros telespectadores, Telma tornou-se uma aficionada da série, logo após o primeiro episódio, a 16 de Agosto. "É muito original, sobretudo pelo facto de ser uma sátira das novelas portuguesas. Os diálogos são fantásticos. É impressionante que os actores façam um papel tão sério com aqueles discursos completamente absurdos. Isto é a prova de que se está a tornar numa série de culto."

A loja online conta actualmente com seis peças, com preços entre os 19,90€ e os 24,90€.

+ Crime, disseram eles — e decidiram fazer um podcast

+ Everybodies: quando o cetim é uma segunda pele (e para todos os corpos)

Últimas notícias

    Publicidade