Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right PUM! A Vida Secreta dos Intestinos é a nova exposição do Pavilhão do Conhecimento
Notícias / Crianças

PUM! A Vida Secreta dos Intestinos é a nova exposição do Pavilhão do Conhecimento

Pum! A Vida Secreta dos Intestinos, no Pavilhão do Conhecimento
Inês Félix Pum! A Vida Secreta dos Intestinos, no Pavilhão do Conhecimento

Ups! Quem é que se descuidou? Nós não fomos – foi o Pavilhão do Conhecimento, que esta sexta-feira, 11, inaugura uma nova exposição temporária dedicada ao orgão mais subestimado do corpo humano e aos seus inquilinos.

Entrar pela boca, sair pelo rabo. Simples. Há exposições em que é mais difícil uma pessoa se orientar, mas em “PUM! A Vida Secreta dos Intestinos”, a nova exposição do Pavilhão do Conhecimento, com inauguração marcada para sexta-feira, 11 de Outubro, basta fingir que somos um micro-organismo e seguir o percurso do sistema digestivo.

 

A ideia em Pum! A Vida Secreta dos Intestinos é seguir o percurso do sistema digestivo.
Inês Félix

 

 

O primeiro encontro, depois de passar entre os dentes, é com a saliva, um género de farmácia de trazer por casa, cheia de antibióticos e análgésicos naturais para nos proteger. O estômago, de onde saem os hilariantes arrotos, também tem lugar de destaque. Tudo para chegar aos ditos cujos. Sim, os subestimados intestinos, que têm sete metros de comprimento mas cabem dentro da barriga bem enroladinhos, como se pode ver num dos módulos da exposição inspirada no bestseller A Vida Secreta dos Intestinos, de Giulia Enders.

“Conhecemo-los pelos puns ou ir à casa de banho – mas há todo um mundo louco por trás dos intestinos quando olhamos para eles com atenção. Têm um sistema nervoso independente, são a morada de trilhões de micróbios, produzem mais de 20 hormonas diferentes e acolhem grande parte das nossas células imunitárias”, diz a investigadora alemã à Time Out Lisboa.

Giulia, que é gastroenterologista, nunca imaginou que as páginas do seu livro pudessem ganhar vida em 3D, mas está entusiasmada com o resultado final, que pode ser visto até Agosto de 2020 no Pavilhão do Conhecimento. “O grande desafio foi perceber o que funcionava. Num livro, tudo é possível, desde que se possa pensar nisso. Aqui era preciso sobreviver ao teste da praticabilidade.”

Um dos módulos preferidos da autora é o do intestino real, tirado de um corpo humano, exposto numa zona mais escura, dentro de uma campânula de vidro – como se fosse uma jóia. “Ao princípio fiquei céptica com a ideia porque muitas vezes o intestino tem um aspecto assustador, bem diferente de quando está dentro de um corpo vivo. Depois gostei da solução: não é pintado artificialmente – é branco. Todos os nossos orgãos são brancos como papel e só ficam cor-de-rosa quando o sangue passa. Poder ver o meu orgão preferido assim, tão elegante e valioso, é muito bonito.”

 

A jóia da coroa de Pum! A Vida Secreta dos Intestinos, é este intestino real, tirado de um corpo humano
Inês Félix

 

A mesa dos cocós, que promete arrancar “blhecs!” e gargalhadas, a casa de banho com duas sanitas, para aprender a posição perfeita, e a dança dos esfíncteres, que são um género de porteiro de discoteca que decide o que sai e o que fica, encerram a primeira parte da mostra – que depois faz um género de zoom in e entra pelo intestino delgado adentro. “Aqui, ficamos do tamanho das bactérias, fungos e vírus que vivem dentro de nós e podem pesar até dois quilos. As pessoas pensam que as bactérias são más, mas vão aprender que muitas são benéficas para a saúde”, explica Sofia, directora de exposições do Pavilhão do Conhecimento. Numa zona dominada por dezenas de microvilosidades espetadas, m vários tons de rosa, os mais novos podem vestir a pele dos investigadores e perceber como se fazem as experiências com ratinhos para conhecer melhor o intestino e os seus inquilinos.   

 

Em Pum! A Vida Secreta dos Intestinos, os miúdos encarnam um micro-organismo a viver dentro do intestino
Inês Félix

 

 

 

Numa exposição sobre puns, não podia faltar uma casa de banho
Inês Félix

 

 

 

 

Na terceira e última parte da exposição, dedicada ao bem-estar, há pufes em forma de intestino para assistir descontraidamente a um vídeo, que garante que “nenhuma bactéria foi maltratada durante as filmagens”; uma banca de gelados interactiva para fazer um plano alimentar equilibrado; um retrato de família de bactérias vivas; e uma dispensa cheia de alimentos derivados de bactérias através de processos de fermentação, como os iogurtes.

 

Retrato de família de bactérias vivas na exposição Pum! A Vida Secreta dos Intestinos
Inês Félix

 

 

Giulia Enders gostava que com “Pum! A Vida Secreta dos Intestinos” as crianças, que acham muita piada a puns e cocós, aprendessem coisas importantes sobre a Gastroenterologia, e que os adultos, que têm muito pudor em falar do assunto, voltassem a brincar com os intestinos. “Mas também estou ok com a ideia de os mais novos brincarem e os adultos levarem tudo muito a sério, desde que visitem, percebam e aprendam a gostar mais deste orgão responsável, poderoso e lindo!” 

Pavilhão do Conhecimento. Largo José Mariano Gago (Parque das Nações). Ter-Sex 10.00-18.00. Sáb e -Dom 11.00-19.00. A partir de 6€. Até Agosto de 2020.

+ Os melhores eventos infantis em Lisboa para os próximos tempos

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments