Notícias

Realizadores premiaram Guillermo del Toro com 'A Forma da Água'

Cláudia Lima Carvalho
Publicidade

Guillermo del Toro destaca-se cada vez mais na corrida aos Óscares, depois de ter sido premiado neste fim-de-semana pelos seus pares. O mexicano venceu o prémio de Melhor Realizador das mãos do Sindicato dos Realizadores com o seu A Forma da Água.

O realizador mexicano estava nomeado para os prémios do Sindicato dos Realizadores (Directors Guild of America) ao lado de Greta Gerwig por Lady Bird, Christopher Nolan por Dunkirk, Jordan Peele por Foge e Martin McDonagh por Três Cartazes à Beira da Estrada.

Destaque para Jordan Peele que venceu o prémio de melhor primeiro filme com Foge.

O prémio do Sindicato dos Realizadores é um dos mais importantes na indústria e raramente um realizador aqui escolhido não leva depois o Óscar. Em 70 anos de história, só sete vezes é que tal não sucedeu. Por outras palavras: o Sindicato dos Realizadores acertou no realizador nada mais nada menos do que 61 vezes. E só 15 vezes é que não acertou também no Óscar de Melhor Filme.

No ano passado, por exemplo, a organização premiou Damien Chazelle por La La Land, filme que nos Óscares perdeu para Moonlight, apesar de Chazelle ter conquistado a estatueta de Melhor Realizador.

A Forma da Água é o filme mais nomeado para a edição deste ano dos Óscares, que acontece a 4 de Março. O filme que já valeu ao mexicano o Globo de Ouro de Melhor Realizador está bem à frente de Dunkirk, de Christopher Nolan, que somou oito nomeações.

Na área da televisão, Reed Morano foi premiada na categoria de Melhor Realização numa Série Dramática com The Handmaid’s Tale. Beth McCarthy-Miller foi distinguida na categoria de comédia com Veep e Big Little Lies valeu a Jean-Marc Vallée o prémio de Melhor Realização numa Minissérie.

Consulte aqui a lista completa dos vencedores.

+ A crítica de Eurico de Barros a A Forma de Água

'A Forma da Água' lidera corrida aos Óscares com 13 nomeações

Últimas notícias

    Publicidade