A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Renovar outra vez a Mouraria com uma loja-oficina

Por Renata Lima Lobo
Publicidade

A Renovar a Mouraria abriu uma loja-oficina no espaço que já foi bar e restaurante. Fomos descobrir a nova vida do lugar e viemos de lá carregada de prendas de Natal.

Já foi um bar, um restaurante com cozinha do mundo e agora é uma loja-oficina, um espaço que vende essencialmente tudo o que precisa para criar uma horta doméstica ou um jardim na varanda lá por casa. Chama-se Mouraria Composta e, apesar da nova vida, a porta no Beco do Rosendo continua aberta à comunidade do bairro.

mouraria composta da renovar a mouraria
Sugestão de decoração
Fotografia: Inês Félix

É que este projecto não se extingue dentro de quatro paredes. A Mouraria Composta é também uma rede de compostagem comunitária com direito a brigadas recolectoras de resíduos. Além dos dois compostores já instalados – um junto à associação e outro na Cozinha Popular da Mouraria –, a Brigada dos Baldinhos (sim, é este o nome oficial) vai passar pelas casas de moradores para recolher materiais que possam ser acrescentados aos compostores. Um projecto que conseguiu ver a luz do dia graças ao programa BIP/ZIP da Câmara Municipal de Lisboa.

E na loja da Mouraria Composta encontra tudo o que precisa para compostar como manda a lei (se não souber por onde começar, a equipa dá-lhe uma ajuda) e também algumas marcas que acreditam num futuro melhor. É o caso das portuguesas Life in a Bag (materiais para hortas caseiras) e da Bicho de Sete Cabeças, a primeira convidada a ocupar um dos cantinhos do espaço, uma marca da designer Madalena Martins, que trabalha com reclusos de estabelecimentos prisionais do Norte do país (espreite em bichosetecabecas.pt).

mouraria composta da renovar a mouraria
O cantinho da Bicho de Sete Cabeças
Fotografia: Inês Félix

Para a decoração do espaço da Mouraria Composta, a associação recorreu à reciclagem de móveis e materiais, com assinatura do projecto Agora Verde, que encontrou uma forma de inspirar os clientes a fazerem o mesmo em casa. E as mesas que seguram os artigos à venda também servirão de apoio a oficinas planeadas para esta loja ecológica e sustentável. Ainda sem datas, estão as oficinas ligadas à agricultura urbana, compostagem, controlo de pragas, construção de ninhos para pássaros ou mesmo hotéis para insectos. Vamos ficar atentos.

+ CPPP: um centro para pais e bebés e uma cafetaria saudável ainda maiores

+ City of All: a nova marca de azulejos tradicionais, ilustrados por Nuno Saraiva

Últimas notícias

    Publicidade