A Time Out na sua caixa de entrada

RTP2 estreia documentário sobre o maior falsificador do século

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

As falsificações de Elmyr de Hory tinham um valor autoral. De tal forma que, já depois da sua morte, começaram a surgir peças no mercado negro que alegadamente tinham sido falsificadas por ele. Era mentira. Segunda, pelas 23.15, a RTP conta a sua história.

Mais concretamente, a estação pública vai exibir Elmyr de Hory, O Falsificador do Século, realizado por Dimitri Pailhe em 2016. A informação pode parecer redundante, só que não. Este não é o primeiro nem será o último filme sobre a vida e obra deste húngaro. É apenas o mais recente.

Nascido em 1906, no seio de uma pobre família húngara, Elmyr sobreviveu aos campos de concentração nazis, e acabou a imitar na perfeição pintores como Picasso, Matisse ou Dubuffet, entre outros. As suas obras foram exibidas em museus e vendidas como originais.

Através de imagens de arquivo e entrevistas a amigos próximos, o documentário celebra a vida e a obra de um homem que, para o bem e para o mal, marcou a arte moderna.

+ Sabe qual foi a sua primeira maratona? A Netflix sabe

Últimas notícias

    Publicidade