A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
metropolitano de lisboa
Fotografia: Pedro VCOVID-19 - 2ª Limpeza e Higienização das estações e Material Circulante. Estações Rato e Marquês de Pombal I 14.04.2020

Saiba como estão a ser desinfectadas as carruagens do Metro

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

O Metropolitano de Lisboa reforçou as medidas de limpeza e higienização de todas as estações e frota de material circulante, com especial incidência nos locais de contacto dos passageiros.

A limpeza e higienização de todas as estações e comboios está a ser realizada por nebulização eléctrica, através da aplicação do produto Microbe Shield Z-71 da marca Zoono. Até esta segunda-feira, 18 de Maio, já foram efectuadas três das seis acções de desinfecção previstas.

O produto utilizado, que está a ser aplicado com recurso a um nebulizador, é inócuo para os humanos e animais, mas mortal para uma ampla variedade de bactérias, fungos, leveduras e vírus. O efeito biocida permanece activo até 30 dias.

Testado segundo a norma europeia EN14476 para várias estirpes do coronavírus, o Microbe Shield Z-71 revelou uma eficácia superior a 99,99% ao fim de cinco minutos, de acordo com a direcção do Metropolitano de Lisboa.

Nos comboios, o desinfectante é aplicado nas cabines de condução do maquinista e nos salões de passageiros, nomeadamente nos bancos, varões, pegas, vidros e outras superfícies. Nas estações, é aplicado no mobiliário, corrimãos das escadas fixas e mecânicas, cabines e postos de vendas, máquinas automáticas de venda de títulos, elevadores e outras instalações.

A limpeza de rotina está a ser reforçada semanalmente com o mesmo produto, mas através de aplicação manual, nas superfícies mais críticas. Além destas medidas, o Metropolitano de Lisboa efectua, desde o início do mês de Abril, a medição de temperatura a todos os prestadores de serviços, como fornecedores e empreiteiros, à entrada das suas instalações.

O reforço da segurança de clientes e colaboradores no metro passa também pelo controlo da lotação nas estações críticas, uso obrigatório de máscaras e respeito pela sinalética implementada para cumprimento da devida distância social.

+ Depois da linha circular, o Metro de Lisboa avança para Alcântara

Últimas notícias

    Publicidade