Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Sangue na Guelra regressa com o simpósio sobre gastronomia
Notícias / Comida

Sangue na Guelra regressa com o simpósio sobre gastronomia

sangue na guelra
©DR

A edição de 2019 do Symposium Sangue na Guelra, o evento organizado por Ana Músico e Paulo Barata, acontece nos dias 27 e 28 de Maio na Gare Marítima de Alcântara e traz especialistas do universo gastronómico e chefs.

O tema desta 5.ª edição é simples: revolução. “O grande objectivo é promover a irreverência e a inquietude na vasta comunidade gastronómica nacional”, explicam em comunicado à imprensa. Vai falar-se de criatividade, sustentabilidade, investimento na restauração, causas ambientais e sociais, economia local e circular, alimentação infantil, do novo movimento da cozinha portuguesa e do Manifesto para o Futuro da Cozinha Portuguesa, escrito e lançado em 2017, com as participações de 17 chefs portugueses.

No primeiro dia fala-se ora de sustentabilidade com o chef brasileiro César Costa, do Corrutela, em São Paulo, sobre cozinha brasileira com Ana Luiza Trajano, do Instituto Brasil a Gosto (no dia 28, estarão presentes Janaína e Jefferson Rueda, à frente do Bar da Dona Onça e d’ A Casa do Porco, de São Paulo), ora da revolução dos vinhos naturais. É a estreia, também, das Chefs Talk on #Revolution, um palco onde Michele Marques (da Mercearia Gadanha, em Estremoz), Tiago Santos (do Quorum, no Chiado), Artur Gomes (do Erva, em Campolide), Pedro Pena Bastos (do Ceia, na Graça) e Alexandre Silva (do LOCO, Estrela) se vão sentar no primeiro dia, e Henrique Sá Pessoa (Alma, Chiado), António Galapito (Prado, Sé), André Lança Cordeiro (futuro Essencial, no Bairro Alto) e Hugo Brito (Boi-Cavalo, Alfama) no segundo dia.

No segundo dia, entra no debate Joe Warwick, autor do bestseller Where Chefs Eat, os responsáveis da sueca Fool Magazine, a revista de culto que revolucionou a imprensa gastronómica mundial.

Fala-se também sobre a alimentação nos refeitórios escolares, dos sabores de Timor com o chef Luís Simões ou com os restaurateurs, Rui Sanches, do grupo Multifood, José Avillez, e António Querido, do grupo Sea Me.

Este ano o Symposium tem mais novidades: no palco R-Evolution, vai dar-se palco a “projectos que se destacam pela visão, criatividade, e inovação”.

Nos dois dias, há o Symposium Redux, entre as 13.00 e as 15.00, cujo bilhete (25€) pode ser adquirido à parte para provar alguns pratos dos protagonistas do Novo Movimento da Cozinha Portuguesa.

27 e 28 de Maio, a partir das 09.00. Gare Marítima de Alcântara. Preços: passe geral 90€, dia único 50€ (com desconto para estudantes de hotelaria).

+ Restaurantes com estrela Michelin em Lisboa

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments