Restaurantes com estrela Michelin em Lisboa

São oito, o que já dá uma constelação jeitosa. Estes são os restaurantes com estrela Michelin em Lisboa
Henrique Sá Pessoa no seu restaurante Alma
Fotografia: Arlindo Camacho
Por Catarina Moura e Inês Garcia |
Publicidade

A primeira gala do Guia Michelin em Portugal ditou apenas mais duas insígnias douradas para os restaurantes lisboetas na temporada 2018-2019. No total há agora oito restaurantes na grande Lisboa que podem com orgulho ostentar a estrela do mais importante guia gastronómico do mundo. Dá para correr a cidade toda, do centro a Cascais, ainda dando um saltinho a Sintra, ou fazer uma caminhada mais amiga e ficar-se apenas pelo Chiado, agora considerado como o centro da alta gastronomia em Lisboa. Abra o mapa da cidade, guarde uns trocos e marque os pontos desta lista.

Recomendado: Os melhores restaurantes em Lisboa

Restaurantes com estrela Michelin em Lisboa

Restaurante Alma
Fotografia:Arlindo Camacho
Restaurantes

Alma

icon-location-pin Chiado

Henrique Sá Pessoa foi o grande vencedor da edição de 2019 do Guia Michelin: recebeu a segunda estrela para o seu Alma (a primeira foi no final de 2016). Neste restaurante do Chiado, o chef está cada vez mais preocupado com o produto português e com a sua valorização no prato. Tem dois menus de degustação (um a 110€ e outro a 120€): no Alma mostra os seus clássicos, no Costa a Costa faz uma viagem pela costa nacional e traz para a mesa a água do mar e espécies sustentáveis.

A Time Out diz
midori novo
©Martin James Photography
Restaurantes, Japonês

Midori

icon-location-pin Sintra

Ao fim de 25 anos, o Midori mudou. E essa mudança valeu ao chef Pedro Almeida a primeira estrela Michelin na edição de 2019. Durante o primeiro ano de vida do Midori 2.0 (dos cento e muitos lugares ficaram apenas 18, num ambiente mais intimista), o chef afinou pratos e todos os meses criou um novo menu de degustação, o que resultou em mais de 200 pratos. Agora há duas opções finais de menu de degustação, o kiri (95€) ou o yama (130€), com sete e nove momentos, e uma experiência bem mais rica.

A Time Out diz
Publicidade
Belcanto
© Ana Luzia
Restaurantes, Português

Belcanto

icon-location-pin Chiado

Com duas estrelas Michelin, o Belcanto é a laboratório onde José Avillez aplica todas as suas técnicas de alta cozinha. Remodelado em 2012, tem uma cozinha onde se trabalham produtos de luxo e se reinventam algumas tradições portuguesas.

A Time Out diz
Restaurante Loco
Fotografia:Arlindo Camacho
Restaurantes

Loco

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Alexandre Silva continua LOCO e firme com a sua estrela Michelin – prepara-se até para abrir o FOGO, um segundo restaurante com uma cozinha baseada apenas em fogo que terá Manuel Liebaut, responsável pelo I+D do LOCO, como chef residente. No LOCO há uma experiência total, da comida ao serviço, apenas para 20 sortudos de cada vez, com conjugações surpreendentes: já lá teve sardinha assada com melancia ou gelado de pêra, camomila e miso.

A Time Out diz
Publicidade
Eleven
©DR
Restaurantes

Eleven

icon-location-pin São Sebastião

Joachim Korper é a cabeça do restaurante estrelado desde o primeiro dia. É um defensor acérrimo da sazonalidade e não há estação em que a ementa não receba um extreme makeover, sempre surpreendente. Pode almoçar e jantar à la carta, atirar-se a um menu de degustação ou perder a cabeça e pedir o menu lavagante, com o marisco presente do princípio ao fim. Peça uma das mesas junto à janela e aproveite aquela que é uma das melhores vistas sobre Lisboa.   

A Time Out diz
Fortaleza do Guincho
©DR
Restaurantes

Fortaleza do Guincho

icon-location-pin Cascais

Grandes mudanças na Fortaleza do Guincho. Com a saída repentina do chef Miguel Rocha Vieira – o português  chegou à Fortaleza do Guincho em 2015 para substituir Vincent Farges e alterou as linhas de uma cozinha estrela Michelin, que o restaurante mantém desde 2001 – foi a vez de Gil Fernandes, até agora sous-chef assumir os comandos. Espera-se que o restaurante mantenha o marisco e o peixe fresco como habitués à mesa, quer nos três menus de degustação, quer ao longo de toda a carta.

A Time Out diz
Publicidade
Feitoria
©DR
Restaurantes, Pan-asiático

Feitoria

icon-location-pin Belém

A estrela Michelin deve-a à cozinha competente e sem falhas do chef João Rodrigues (que, em boa verdade, já estava a merecer a segunda estrela). A ementa é, como manda o figurino, feita de sabores tradicionais e influências externas, confeccionadas ao detalhe com produtos de época.

A Time Out diz
Lab by Arola
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

LAB by Sergi Arola

icon-location-pin Sintra

O chef catalão Sergi Arola abriu no Penha Longa Resort, em Sintra, uma espécie de laboratório com vista para o campo de golfe do hotel. À mesa há muitas influências espanholas pontuadas com ideias de outras paragens, o que se vê facilmente nas suas icónicas loucuras – uma espécie de pijaminha refinado de entradas que faz par com outro pijaminha refinado de sobremesas.

Comer bem em Lisboa

O Botanista
©Duarte Drago
Restaurantes, Vegano

Os novos restaurantes vegan em Lisboa

A cidade está mais atenta ao mundo vegetal, com menos preconceitos acerca de ingredientes e sabores e com mais curiosidade. Prova disso é a nova oferta de restaurantes inteiramente vegan que tem aparecido na cidade. Nos novos restaurantes vegan em Lisboa, alimentos de origem animal não entram. Ou seja, esqueça a carne, peixe, lacticínios, ovos... mas descubra novas combinações (e até pode tirar umas ideias para fazer lá em casa). Estes restaurantes abriram todos no último ano e temos a certeza que até o ano findar, mais virão. Vá, sem medos, e olhe para a carta sem hesitações, mesmo que continue a ser um carnívoro inveterado. 

Zé dos Cornos
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Os melhores restaurantes em Lisboa até dez euros

A cidade é cada vez mais dos turistas, dizem, mas ainda há sítios que se mantêm com toda a resiliência como cantinas diárias para o almoço dos lisboetas. Comer fora não tem de ser caro e na cidade existem verdadeiros achados entre alguns dos restaurantes baratos em Lisboa. Pense num prato rico, em comida saborosa e atendimento simpático – às vezes até familiar. Fazem-se literalmente negócios da China, da Índia, da Argentina, bem portugueses e outros completamente vegetarianos. Para encher a barriga sem esvaziar a carteira, este barato não lhe vai sair caro. Corremos a cidade em busca de pechinchas gastronómicas e encontramo-las: estes são os melhores restaurantes em Lisboa até dez euros. Ou menos. 

Publicidade