Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Scoop 'n Dough: há donuts e gelados vegan ao lado do Coliseu
Notícias / Comida

Scoop 'n Dough: há donuts e gelados vegan ao lado do Coliseu

Scoop 'n Dough
©Duarte Drago A variedade de donuts da Scoop 'n Dough

Há uma nova atracção na rua do Coliseu de Lisboa, perto dos Restauradores: uma loja de gelados e donuts veganizados. Chama-se Scoop 'n Dough e é um negócio familiar.

Antes de se tornar vegan, havia dias em que Darchite Kantelal comia quase um litro de gelado por dia. Mas quando mudou o regime alimentar, este nutricionista teve dificuldades em encontrar exemplares gelados à altura e pôs mãos à obra. Primeiro conseguiu converter toda a família, que já era vegetariana, e o pai começou a empresa Evervegan, de distribuição de produtos vegan. Depois começaram a magicar uma geladaria vegan à qual juntaram os donuts. Materializou-se agora nas Rua das Portas de Santo Antão.

 

Ao fundo, a produção de donuts. À direita, a vitrine dos gelados
Fotografia: Duarte Drago

 

Uma das paredes do espaço, que manteve as arcadas em pedra antigas, é um jardim vertical, no tecto há pedaços de cerâmica a imitar os sprinkles dos donuts. À direita, uma vitrine com cuvetes geladas, com vários sabores à escolha, como a manteiga de amendoim, coco e manga, café, chocolate de avelã ou sésamo preto (uma bola 3,60€, duas 4,70€). “Nós aqui não temos gelatos, temos gelados, o ice-cream americano, mais versátil para produzir porque permite incorporar ingredientes. O gelado de sésamo preto, por exemplo, tem as sementes e nas boas gelatarias italianas, os gelatos são lisos”, diz Jayant, pai de Darchite, explicando que o mais difícil foi mesmo arranjar os ingredientes certos e importá-los.

 

Gelado de sésamo preto
Fotografia: Duarte Drago

 

Os gelados são todos vegan, feitos com ingredientes frescos numa cozinha adjacente, e vão respeitar a lei da sazonalidade – neste momento ainda há o sabor de morango, que se tornou bestseller nos primeiros dias, porque estamos na época deles. Em qualquer um deles, pode acrescentar um topping ora de chocolate ora de caramelo salgado, de uma das fontes disponíveis.

 

Donut de pastel de nata
Fotografia: Duarte Drago

 

Em frente, à vista, uma outra cozinha, envidraçada e sem qualquer contacto com o local onde se fazem os gelados, com tabuleiros e tabuleiros de roscas. O filho mais novo de Jayant é o responsável por esta parte. “Conseguimos uma receita muito boa de farinha, para a base do donut, mas testámos umas 50 combinações de farinhas”, conta. Decidiram ter os mais clássicos, como por exemplo o topping de açúcar, tradicional, ou o de chocolate, mas também alguns com “factor uau”, como o creme brûlêe ou o pastel de nata, veganizados. Neste momento têm também um recheado com nutella vegan, um de bolacha Oreo com icing de baunilha, caramelo salgado com flor de sal e pedaços de palmier, ou o de mirtilo e manjericão, cuja tonalidade roxa da cobertura é obtida só através do fruto (entre os 2,30€ e os 2,75€, com caixas de take-away de seis unidades ou doze).

Aos fins-de-semana há outro sabor especial, de pastel de nata, com uma apresentação cuidada, a fazer lembrar um ninho recheado com o creme do clássico pastel. Também pode juntar o melhor de dois mundos e pedir um donut recheado com bola de gelado (6€).

Rua das Portas de Santo Antão, 78 (Restauradores). Ter-Qui 14.00-22.00, Sex-Dom 14.00-23.00.

+ Derreta-se com as melhores gelatarias em Lisboa

Publicidade
Publicidade