A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Woometry
Frederico MartinhoWoometry são um dos participantes na Feira Feita

Sem evento físico, a Feira Feita vai divulgar o trabalho dos artesãos online

A plataforma já está online e vai servir de directório de artesãos e autores com trabalho produzido na Grande Lisboa. Todos os meses há novidades.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Num ano em que tudo é diferente, também a Feira Feita, que divulga o trabalho de artesãos e autores com produção em Lisboa, assume um novo formato, agora online. A plataforma permite divulgar histórias de quem faz, onde se pode aprender a fazer e, claro, onde comprar os frutos dos vários ofícios.

Depois de três edições que, desde 2018, ocupavam o Mercado de Santa Clara, a Feira Feita traçou outro caminho: o digital. Desde esta terça-feira, 8 de Dezembro, que está online a nova plataforma que não será efémera como o evento físico, mas sim uma rede crescente e em permanente actualização de divulgação de artesãos-autores com produção em Lisboa. 

O conceito mantém-se o mesmo na sua base, mas a divulgação estende-se no tempo e com novidades a serem lançadas ao longo do ano pelos artesãos inscritos. A ideia será também dar a conhecer as histórias de quem está por detrás dos ofícios, publicando entrevistas mensais – a primeira, à Oficina Marques, já está disponível no site.

“Este conceito pretende não só apoiar quem produz e marcar uma posição clara quanto aquilo que implica manter a produção dentro dos limites da cidade, mas também valorizar a importância de preservar os ofícios e o saber-fazer dentro da malha urbana”, refere a organização em comunicado. 

Cerâmica, marcenaria, impressão manual, tapeçaria, encadernação ou costura são apenas algumas das técnicas representadas por marcas e artesãos como Bzugo, Woometry, Fulana Beltrana Sicrana, Joana Mota Capitão Jewellery, Cecile Mestelan, Estúdio Bulhufas, Kroh, Mariana Poppe Cerâmica, Orikomi, So So Store, Triciclo Editora, Stolen Prints ou We The Knot

Neste novo formato, a organização quis também dar ferramentas para quem é um simples visitante, mas ainda assim curioso, para que possam dedicar-se a alguns dos ofícios dos artesãos presentes nesta edição. O site contempla uma zona denominada como “Locais” onde dá a conhecer sítios em Lisboa onde se pode fazer, aperfeiçoar ou aprender do zero um ofício. Curva Atelier, FabLab Lisboa, Fábrica ModernaFICA Oficina Criativa, Lisboa Social Press, MILL, Oficina L.O.C.A.L. e Sedimento são alguns dos locais já no site.

Quem tem uma marca e se dedica ao artesanato feito em Lisboa pode inscrever-se na plataforma (aqui), que não tem nenhum custo associado nem nenhuma comissão sobre as vendas. O artesão-autor assume as responsabilidades das vendas e envios dos produtos, sendo a divulgação assegurada pela Feira Feita. 

A Feira abre-se aos artesãos-autores de Lisboa, mas alarga o espectro ao concelho, incluindo assim Amadora, Cascais, Loures, Mafra, Odivelas, Oeiras, Sintra, Vila Franca de Xira.

+ Lojas e galerias em Lisboa para comprar ilustrações

+ Leia a edição desta semana: Natal Postal

Últimas notícias

    Publicidade