A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Stormzy
DRStormzy

Stormzy traz a batida sincopada do grime ao NOS Alive

Rapper vem tocar ‘Heavy Is The Head’ ao festival de Algés, a 8 de Julho, a noite de Metallica e Royal Blood.

Escrito por
Hugo Torres
Publicidade

O cartaz para a terceira das quatro noites do NOS Alive tem um novo peso-pesado: Stormzy. O nome do rapper inglês, super-estrela do grime, foi anunciado nesta sexta-feira pela Everything Is New para 8 de Julho. Actuará no palco principal, entre Metallica e Royal Blood. Na mesma data, estão confirmados concertos de M.I.A, St. Vincent, Moses Sumney, Sea Girls, Tom Misch e Hobo Johnson and The Lovemakers.

Stormzy vai tocar Heavy Is The Head no Passeio Marítimo de Algés. Trata-se do seu segundo álbum, que tal como o anterior, Gang Signs & Prayer (2017), escalou o top britânico até ao número 1. Heavy Is The Head é de Dezembro 2019, mas a digressão com que deveria ter sido apresentado ao vivo foi inevitavelmente adiada devido à pandemia. Volta agora à estrada.

Entre Março e Abril, o rapper ainda vai percorrer o Reino Unido. Só depois atravessará o Canal da Mancha para os concertos internacionais. Para já, além de Oeiras, tem passagem assegurada pelo Mad Cool Festival de Madrid, um dia antes. Stormzy, recorde-se, teve um dos seus concertos mais memoráveis num festival – no Palco Pirâmide de Glastonbury, precisamente em 2019, quando envergou um colete desenhado por Banksy para alertar para o aumento na criminalidade em Londres perpetrada com recurso a armas brancas.

O activismo é uma das marcas de Stormzy, tanto no combate às desigualdades como ao racismo. Isto apesar de ter se ter visto envolvido numa polémica, em que era acusado de ter usado expressões homofóbicas no Twitter em 2011. Tinha então 18 anos e estava ainda longe de saber que viria a erguer-se do underground com tanto sucesso. Hoje conta 28 – e mais de 30 prémios e mais de 60 nomeações (incluindo ao Mercury, em 2017).

O NOS Alive decorre de 6 a 9 de Julho, num regresso há muito esperado do festival. Não acontece desde 2019. Entre os artistas programados estão The Strokes, The War on Drugs, Modest Mouse (dia 6), Florence + The Machine, Jorja Smith, alt-J (dia 7), Imagine Dragons, Da Weasel ou Phoebe Bridgers (dia 9). Os bilhetes custam entre 69€ (um dia), 159€ (três dias) e 189€ (quatro dias).

+ Concertos em Lisboa em Março

+ Leia, grátis, a edição digital da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade