A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
The Returned
DR

The Returned: um apocalipse zombie ao contrário

Por Eurico de Barros
Publicidade

Em 2004, estreou-se o filme Les Revenants, do realizador Robin Campillo, passado numa anónima cidadezinha francesa, que um belo dia vê os seus mortos regressarem dos túmulos. Mas ao invés de se comportarem como os zombies dos filmes e das séries de terror, estes “regressados” manifestam os efeitos de quem sofreu um choque violento ou foi vítima de uma contusão: desorientação total, privação de sono, tendência para vaguear à toa.

E o fenómeno revela-se afinal comum a toda a França: durante duas horas, 70 milhões de mortos regressaram dos seus locais de repouso final. A reintegração plena na sociedade dos “regressados” apresenta problemas, já que conseguem apenas desempenhar tarefas menores, revelando que são sombras daquilo que foram na sua existência original. Muitas pessoas duvidam mesmo que eles estejam minimamente conscientes do que lhes aconteceu.

Mas uma noite, o médico da cidadezinha surpreende alguns dos “regressados” a comportarem-se de uma forma que o faz suspeitar que estão a enganar os vivos. Uma suspeita que se confirma quando pouco tempo depois a cidade é perturbada por uma série de explosões.

Em 2012, oito anos depois de Les Revenants ter chegado ao cinema, o filme foi transformado, em França, numa série com o mesmo título e a mesma premissa narrativa, mas algumas alterações no enredo, nomeadamente a introdução de um elemento policial. A série The Returned que a HBO agora estreia é a versão americana desta série francesa, seguindo bastante de perto o seu enredo. O seu criador é Carlton Cuse, responsável por Bates Motel, Jack Ryan ou Locke & Key.

HBO. Seg (estreia T1).

+ Um casamento depois de muitos funerais: “Ozark” vira-se para dentro

Últimas notícias

    Publicidade