A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Cão, Galgo Italiano, Tika, LGBT
©DRTika

Tika, um ícone gay improvável

A Vogue chama-lhe “o mais glamoroso ícone LGBT+”. Tika, um galgo italiano, tornou-se viral com um vídeo no TikTok. Contamos-lhe mais sobre esta nova estrela canina arco-íris.

Por Clara Silva
Publicidade

Tudo começou o mês passado no TikTok, com um vídeo que se tornou viral. Tika, uma cadela da raça galgo italiano, mostra todos os looks arrojados de 2020 que não conseguiu usar fora de casa com uma voz (de outra página do Instagram, @LorenaPages) que comenta com frustração: “Love it, didn’t wear it.”

O suficiente para conquistar a internet e ser partilhado por vários famosos, de Justin Bieber a Diane Keaton, passando por Oprah, Sofia Vergara ou a rapper Lizzo. Nos primeiros dias no TikTok o vídeo teve 25 milhões de visualizações e tornou famosa a cadela de Montreal, no Canadá.

Mais recentemente, os seus looks tomaram conta da página de Instagram da Vogue Itália, que a apresentou como “o mais glamoroso ícone LGBTQ+”. No último post nas redes sociais, a cadela aparece com uma saia arco-íris e o dono, Thomas Shapiro, casado com um homem, escreve que é uma activista dos direitos gays – “na verdade dos direitos LGBTQ+”, sublinha.

Os looks de “Pride parade” do cão, com fotografias com roupas arco-íris, foram destacados até pela própria conta oficial do Instagram em Setembro, levando a mais de 200 mil novos seguidores. “A Tika é igualmente melancólica e diva”, contava na altura Thomas Shapiro. “É uma senhora e consegue exactamente o que quer, mas também a apanhamos com a língua de fora a fazer as caras mais patetas.

A página dela no Instagram é um espaço seguro para todos e ela é uma aliada orgulhosa da comunidade LGBT+. Num dos seus posts, com milhares de likes, Tika The Iggy (@TikaTheIgyy) deixa bem claro que é “um ícone gay” e tem “dois pais”. “Não há espaço para homofóbicos aqui.”

Foi preciso chegar aos nove anos para a cadela se tornar famosa e até ter a sua própria loja de merchandising, com sweatshirts, T-shirts, um calendário de 2021, chapéus, canecas e até máscaras. Uma maneira de aproveitar o sucesso das últimas semanas que até a levou à capa de um jornal local, Montreal Gazette, que analisa esta ascensão “viral de uma estrela canina”.

A página de Instagram de Tika foi criada em 2016. “Tirava muitas fotos do meu cão e queria partilhá-las nalgum lado que não fosse a minha própria página de Instagram”, conta o dono, Thomas Shapiro. Os looks chegaram depois. “Os galgos italianos estão sempre com frio e precisam de roupas para ficaram quentes. Comecei a divertir-me e a vesti-la com roupas mais de designers. Aparentemente, há várias marcas na Internet com roupas para estes cães.”

A fama de Tika cresceu de tal maneira no ano passado, após o vídeo no TikTok, que agora tem 760 mil seguidores e já é representada por uma agência canina em Nova Iorque, The Dog Agency, que lhe arranja vários trabalhos de “modelo”.

O verdadeiro propósito de Thomas Shapiro, fã de RuPaul’s Drag Race, é “espalhar sorrisos”. “Tenho a certeza que todos os pais sentem o mesmo, mas ela é diferente de todos os cães. É divertido espalhar essa singularidade pelo mundo da internet. É isso que vamos continuar a fazer e a fazer as pessoas felizes.”

+ Há um podcast 'Para Lá do Arco-Íris'

+ Leia a edição digital da revista Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade