Notícias / Vida urbana

Uber com planos para partilhar bicicletas em Lisboa

jump bikes
©Uber

Chama-se Jump Bikes e é uma empresa de partilha de bicicletas fundada em 2010 e adquirida pela Uber em 2018. Um anúncio no LinkedIn denunciou a intenção.

City General Manager precisa-se. Foi o jornal económico ECO que encontrou o anúncio e avançou com a notícia: a UBER anda à procura de um profissional com experiência, pensamento analítico, mentalidade empreendedora, capacidade de comunicação excepcional, capacidade de liderança através do exemplo, fluente em português, entre outros requisitos, num anúncio que tem como título City General Manager, JUMP - Lisbon. E conta com 195 candidaturas até ao momento.

Tentámos saber mais pormenores junto dos representantes da Uber em Portugal, mas a resposta é que ainda não existe uma confirmação oficial da chegada a Lisboa das Jump Bikes.

No entanto, ao explorar o site oficial da Jump Bikes e seguindo o link que indica "Download" fomos estranhamente parar a uma página em português que revela informações sobre o serviço. Bicicletas eléctricas, com sistema de pedal assistido, o mesmo das bicicletas Gira, mas sem estações. A página fala em subir colinas, em descer encostas, em pedalar por todo o lado, como se estivesse já em Lisboa.

O sistema de estacionamento deste serviço apresenta uma diferença (além das próprias bicicletas que incluem um cestinho): o último passo da utilização passa por prender a bicicleta com um cadeado em U em "qualquer estacionamento público para bicicletas, quando permitido na sua cidade", lê-se.

Se a Jump Bikes circular em Lisboa será a primeira operadora a fazer concorrência às Gira, depois de uma tentativa falhada da oBike que pisou solo lisboeta durante um mês no início do ano passado.

+ Junta de Benfica quer ouvir população sobre entrada da EMEL no bairro

+ Saiba como vai ser o futuro aeroporto do Montijo

Publicidade
Publicidade

Comentários