Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Uber Eats sem taxas de entrega até 3 de Abril
Uber Eats Sintra
©DR

Uber Eats sem taxas de entrega até 3 de Abril

Publicidade

A plataforma de entrega de comida ao domicílio mantém a operação em Portugal e remove a taxa de entrega para todos os pedidos, de qualquer restaurante, a qualquer hora.

Face à situação extraordinária que o país enfrenta, não se saberia se os serviços de entrega de comida ao domicílio poderiam manter a sua actividade. Depois de esclarecidas as medidas inerentes à declaração de estado de emergência, a entrega de refeições continua a ser permitida em Portugal e a Uber Eats manterá o seu funcionamento normal, mas sem taxa de entrega.

Para usufruir da oferta, terá de começar por ir ao separador “Promoções” e inserir o código TAXAGRATIS. “Poderá pedir sem custos extra não só ao almoço, mas também ao jantar e em qualquer outro momento do dia, em qualquer dia da semana e fins-de-semana”, explica a Uber em comunicado. Basta apenas que o seu pedido seja superior a 5€.

O portefólio de restaurantes da Uber Eats cresceu bastante nos últimos dias – muitos espaços, que nunca tinham conseguido aderir a plataformas de entrega, repensaram o seu negócio para manter o funcionamento e aliaram-se à Uber com conceitos novos e exclusivos, como a taqueria Pistola y Corazón, que criou o Las Gringas, ou o grupo Sea Me que lançou uma nova marca de hambúrgueres, a Olívia.

O primeiro-ministro António Costa incentivou, aliás, que os restaurantes continuem o fornecimento de refeições em regime de take-away ou com entregas, para que consigam sobreviver. Nos próximos dias, é esperado que o número de opções na Uber Eats volte a crescer.

Para que o processo de entrega seja o mais seguro possível, a Uber Eats permite entregas sem contacto – para isso acontecer, terá apenas de adicionar uma nota de entrega no campo correspondente, dizendo que prefere que a encomenda à porta ou na entrada.

+ Restaurantes com take-away e entregas especiais

+ Saiba como os serviços de entrega de comida estão a responder à pandemia

 

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade