Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Saiba como é que os serviços de entrega de comida estão a responder à pandemia

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Uber Eats Sintra
©DR

Saiba como é que os serviços de entrega de comida estão a responder à pandemia

Com cada vez mais população em teletrabalho ou isolamento, os serviços de entrega de comida ao domicílio adaptaram-se à nova realidade.

Por Sebastião Almeida
Publicidade

Vivemos tempos estranhos. Tempos de ficar em casa e de evitar ao máximo o contacto social. Apesar de todas as limitações que nos começam a ser impostas, voluntária ou involuntariamente, uma coisa precisamos sempre: de comida. Sair para ir ao supermercado é, agora, uma das desculpas ideais para respirar um pouco de ar fresco. Contudo, se quiser ficar em casa, mas não tiver vontade de cozinhar ou lhe aprouver algo diferente, há alternativas. Os serviços de entrega de refeições, aos quais recorremos todos os dias, adaptaram-se à conjuntura que nos assiste e implementaram uma série de medidas para facilitar a vida aos seus clientes e colaboradores. Nós dizemos-lhe quais.

Recomendado: As salas e eventos cancelados em Lisboa

 

Serviços de entrega

DR

Uber Eats

A partir desta segunda-feira, e até 31 de Março, as taxas de entrega não são cobradas em pedidos superiores a 5€, entre as 11.00 e as 15.00. Poderá optar por receber a entrega sem contacto, deixando uma nota na aplicação a informar que pretende que o seu pedido seja entregue à porta ou na entrada.

Eat Tasty
©Arlindo Camacho

Eat Tasty

A empresa portuguesa de entrega de refeição alargou a sua área de cobertura e passará a dar resposta aos pedidos de almoço também em moradas particulares. Com cada vez mais pessoas em teletrabalho, esta acaba por ser uma medida que facilita a vida a todos. As encomendas podem ser feitas no próprio dia ou até às 11.50. Quem já tiver uma conta cuja morada é a do trabalho, pode fazer a alteração para a morada pessoal no site.

Publicidade
glovo

Glovo

A Glovo enviou um email aos seus clientes a dar conta das medidas que têm vindo a adoptar, seguindo as recomendações do Governo. As alterações em vigor passam por entrega sem contacto – passando a não ser necessária a assinatura no acto da entrega, e por a recomendação de que a encomenda seja recolhida à porta. É também recomendado o pagamento com cartão.

Comer Em Casa

A Comer Em Casa reforçou as equipas de estafetas para dar resposta à eventual procura em todo o país. Reforçou a higienização dos materiais de distribuição; distribui às equipas materiais de desinfecção, tal como indicação para a lavagem de mãos em cada ponto de recolha das refeições. 

Publicidade
Take Away
DR

Take Away

As entregas da Take Away vão continuar sem taxas, mas pode agora optar por uma entrega em que o estafeta deixa a comida à sua porta. Tocará à campainha e esperará que retire a encomenda da mochila.

noMENU

A noMENU está a adoptar as medidas reforçadas de saúde e higiene, salvaguardando todas as recomendações e aconselhamentos de saúde da DGS. Todos os clientes podem realizar o pagamento dos seus pedidos por transferência bancária ou via MBWay.

Publicidade
cookoo
©Duarte Drago

Cookoo – The Kitchen Hub

Esta empresa sediada no Alto dos Moinhos enviou um email aos seus clientes a informar que todo o processo, desde a cozinha até a entrega, é controlado. “Como temos todos os restaurantes num só espaço e uma equipa de estafetas exclusivamente dedicada ao serviço Cookoo, conseguimos controlar reforçando a higienização e tomando todas as medidas necessárias, de acordo com a DGS”, lê-se na mensagem. Se quiser que a sua encomenda seja entregue à porta do prédio e não no respectivo andar, deverá adicionar um comentário no carrinho. A taxa de entrega é gratuita.

As mudanças na cidade devido à pandemia

Mercado do Benfica
©Manuel Manso

Benfica cria serviço de entregas ao domicílio a grupos de risco

Notícias Vida urbana

Os conselhos para que se mantenha em casa perante a pandemia do novo coronavírus estendem-se a toda a população, mas sobretudo àqueles que pertencem a grupos de risco. A pensar nisso, a Junta de Freguesia de Benfica criou um serviço de entregas ao domicílio de bens essenciais. Começa a operar esta terça, 17.

carris
©Manuel Manso

Autocarros da carris gratuitos como medida de combate à Covid-19

Notícias Vida urbana

Por tempo indeterminado, não é necessário validar o título à entrada dos autocarros. As entradas passam a fazer-se pela porta de saída dos veículos A Carris, empresa de transportes públicos de Lisboa, anunciou este domingo que o sistema de venda de tarifas a bordo está suspenso e que as entradas nos veículos passarão a ser feitas pelas portas de saída. Estas alterações permitem assim manter a oferta de autocarros a circular e reforçar as medidas de prevenção tendo em conta a pandemia de Covid-19.

Publicidade
comida independente
Fotografia: Manuel Manso

Nasceu uma plataforma comunitária para o ajuda a encontrar o comércio local

Notícias Vida urbana

As circunstâncias que agora obrigam grande parte da população a ficar em casa de quarentena voluntária fizeram nascer o projecto Go Small or Stay Home. É um site comunitário que vai reunindo, bairro a bairro, o comércio local onde se pode abastecer, evitando aglomerados em grandes superfícies e ajudando pequenos negócios.  

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade