A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Um festival de dança étnica para se mexer como na Índia

Escrito por
Francisca Dias Real
Publicidade

O Festival da Índia acontece este fim-de-semana para nos mostrar o melhor das suas danças.

A Índia aqui tão perto. Três dias em três sítios da cidade, divide-se o festival pelas aldeias. O JiyaFestival da Índia aposta num programa tripartido de música, dança e performances, espalhado por sexta, sábado e domingo em três palcos: Casa de Goa, no Museu do Oriente e no Centro de Dança de Oeiras. Um cartaz que pretende explorar as pontes antigas entre a cultura dos dois países.

O festival arranca na Casa de Goa na sexta-feira, 9, com um workshop às 19.00 de kuchipudi – uma das oito formas de dança clássica indiana, uma aula de Manasa Mohan. Às 20.45 há uma conversa sobre a cultura indiana e as suas influências no nosso país com a fundadora do festival. No sábado, será o ponto alto do Jiya já no Museu do Oriente. A performance está marcada para as 21.00 e conta com a participação das artistas residentes Chantelle Gomez (dança Odissi) e Catarina Guerra (Bharatanatyam) e outros artistas convidados como Quincy Kendell Charles (Kathak) ou Ranjitha Chowalloor (Mohini Attam).

O último dia desta 2.ª edição muda-se para o Centro de Dança de Oeiras e começa com um workshop de kathak, estilo de dança do norte indiano, às 15.30. O dia encerra com outro workshop de Mohini Attam, um estilo do século XVII, conduzido por Chowalloor.

Vários locais de Lisboa. Sex-Dom. Workshops: 10€. Espectáculo Museu do Oriente: 12.5€.

+ Viaje pela Índia com a 6ª edição do Lisbon Yoga Festival

Últimas notícias

    Publicidade