Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Underdogs leva loja do Cais para Marvila e inaugura novo espaço de projectos experimentais
Notícias / Vida urbana

Underdogs leva loja do Cais para Marvila e inaugura novo espaço de projectos experimentais

 "Smile High Club"

O grande corpo artístico que é a Underdogs vivia com um pé em Marvila e outro no Cais do Sodré, mas os pés juntaram-se para caberem todos dentro do armazém na Rua Fernando Palha. Se antes havia duas casas a albergar obras de arte, agora passa a haver só uma – a Underdogs Art Store vai ficar instalada também em Marvila, junto da galeria, e surge um novo espaço: a Underdogs Capsule, dedicada a pequenas exposições e projectos experimentais. As mudanças acontecem oficialmente com a inauguração de duas exposições esta sexta-feira, 21, para celebrar a casa renovada.

De um lado “Smile High Club”, exposição com curadoria do DJ Fatboy Slim, na galeria principal; do outro lado, na nova Capsule, há “IGNORANTISM”, uma mostra individual do artista francês Fuzi.

“A Art Store fez o seu caminho no Cais do Sodré a vários níveis e ajudou-nos a chegar ao que somos hoje. Expôs-nos de forma a que quem por ali passasse ouvisse falar da Underdogs”, explica Raul Carvalho, administrador-geral da Underdogs. “Sentimos necessidade de estar todos no mesmo sítio, gerir melhor os nossos recursos, ter as equipas a trabalhar juntas e isso ajuda a que o nosso discurso fique mais coerente”. Com esta mudança, a Underdogs, que opera sob três eixos – a galeria, a loja e o programa de arte pública –, passa a reunir no mesmo espaço duas estruturas diferentes: a zona de exposições e a loja, que será mais pequena do que aquela que partilhava com a Montana, no Cais do Sodré.

O espaço Capsule surge para dar continuidade ao apoio a novos artistas, trabalho que a galeria sempre desenvolveu. “Não queremos perder este ADN de impulsionar artistas emergentes, é uma parte fundamental e está inscrito na nossa missão dar-lhes espaço”, assume. “Este é um laboratório de experimentação e vem enriquecer o que já tínhamos. As coisas vão funcionar de forma articulada, umas com as outras, portanto a Capsule vai interligar-se com o que fazemos na galeria e na rua”.

Raul explica que, apesar de terem saído de uma das zonas mais agitadas da cidade, “a Underdogs conseguiu criar o seu lugar no mundo da arte e nos roteiros obrigatórios de Lisboa”, independentemente do local onde está. “Quem nos conhece visita-nos sempre. Somos uma referência da arte urbana a nível turístico, portanto estas mudanças ajudam a ter uma oferta mais consistente e acredito que vamos crescer nesse aspecto.”

Para dar o arranque à nova vida da Underdogs, Norman Cook – aka Fatboy Slim – terá em mãos a curadoria da exposição “Smile High Club”, uma mostra colectiva que inclui obras de Carrie Reichardt, Jimmy Cauty, Marc Vessey, RYCA, The London Police ou Estúdio Pedrita. O DJ saiu da cabine directamente para a galeria, o que não é assim tão surpreendente já que é um ávido coleccionador de arte. Para esta exposição é feita uma espécie de ode ao símbolo que mais preza, o smiley, presente numa colecção de arte e memorabilia que tem vindo a juntar há mais de 40 anos. A exposição fica patente até 21 de Julho.

Mais duradoura será a exposição que inaugura a Underdogs Capsule, da autoria do francês Fuzi: “IGNORANTISM fica até 13 de Setembro. Fuzi é uma lenda viva entre a comunidade internacional do graffiti ilegal, tendo até criado, na década de 90, uma forma de graffiti que veio a ser conhecida como Ignorant Style. O artista traz a Lisboa um trabalho muito autoral, sempre com mensagens afiadas.

Quanto à política de partilha habitual da Underdogs – onde cada artista que expunha na galeria deixava também uma obra de arte pública na cidade – Raul diz que querem começar a apostar cada vez mais noutros formatos além do muralismo. “Temos noção que tivemos um papel central na arte urbana e na sua aceitação em Lisboa. Mas a nossa ideia é também crescer para outros formatos, como a escultura 3D, por exemplo”.

Rua Fernando Palha, Armazém 56. 21 868 0462. Ter-Sáb 12.00-19.00.

Exposições em Lisboa para visitar este fim-de-semana

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments