A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Self-Portrait, New York, 1954
© Courtesy of Maloof Collection and Howard Greenberg Gallery, NYA exposição da fotógrafa norte-americana Vivian Maier está patente no Centro Cultural de Cascais

'Vivian Maier: Street Photographer': tem mais dois dias para visitar a exposição em Cascais

A mostra de fotografia é já um dos maiores sucessos de sempre no Centro Cultural de Cascais.

Por Vera Moura
Publicidade

Devia chegar ao fim no dia 16 de Maio, mas dada a enorme afluência do público, "Vivian Maier: Street Photographer" ficará no Centro Cultural de Cascais até 18, Dia Internacional dos Museus. Para celebrar a data, o espaço oferece aos visitantes horário alargado de visita, encerrando apenas às 22.00. 

A norte-americana Vivian Maier (1926-2009) não era fotógrafa, facto que torna o seu trabalho ainda mais interessante. Trabalhou como ama durante mais de quatro décadas a partir do início dos anos 50 do século XX, tendo passado a sua vida inteira despercebida até à recente descoberta da sua obra fotográfica (em 2007), onde encontraram mais de cem mil negativos, filmes em Super 8 e 16 mm, várias gravações, fotografias diversas, e uma multitude de filmes por revelar. Fotografou ruas, pessoas, objectos, paisagens, tudo aquilo que estava ao alcance dos seus olhos no seu dia-a-dia. A simplicidade das coisas, no fundo.

A exposição, que deveria ter inaugurado a 16 de Janeiro, mas abriu apenas a 6 de Abril, é uma mostra inédita em Portugal da artista. Podem ser vistos mais de uma centena de trabalhos, a maioria a preto e branco. Além disso, estão ainda disponíveis uma série de episódios que contam a história da fotógrafa. 

+ Há uma nova Time Out Cascais para descobrir

+ Cascais: para passar um dia ou a vida toda

Últimas notícias

    Publicidade