A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Yard of Greens
Gabriell Vieira

Yard of Greens: das torres de panquecas ao pad thai, sempre saudável

Novo café-restaurante fica perto do Marquês de Pombal e tem uma esplanada escondida nas traseiras.

Por
Ines Garcia
Publicidade

Entra directamente para a lista dos restaurantes e cafés mais instagramáveis da cidade e, ainda para mais, com uma esplanada tropical escondida, mas o Yard of Greens, na Rua do Conde Redondo, não é só bonitinho. Tem uma ementa com propostas para todo o dia, todas saudáveis e para todos os tipos de dietas mas sem fundamentalismos.

As andanças no mundo da comida que alia o funcional ao instagramável não é de agora. Marta Magalhães Lemos é uma das responsáveis do Bowl Lisboa, com um espaço em Campo de Ourique. “O Bowl é muito giro mas é pequeno e tem um conceito limitador. Queríamos algo em grande, sempre dedicado à alimentação funcional e inclusiva, no sentido de ter pratos vegetarianos, vegan e sem glúten mas também peixe e carne”, conta. Juntamente com Rita Conde Pereira procuraram um espaço que lhes enchesse as medidas e assinaram o contrato de arrendamento a 1 de Março – já se sabe o que aconteceu a seguir, mas foi da maneira que lhes deu tempo para fazer obras no espaço e pensar o menu como deve de ser. 

Yard of Greens
Gabriell Vieira

Queriam trazer um jardim para dentro do espaço e conseguiram isso com um enorme tronco natural, agora envernizado, muitas plantas naturais com o verde a contrastar com o rosa das paredes. E aproveitaram para tirar o entulho da parte de trás do espaço e criar uma esplanada tropical, com paredes em terracotta, palmeiras e cadeiras em bambu. 

Yard of Greens
Tosta pinkGabriell Vieira

A carta foi trabalhada em parceria com a chef de cozinha e a chef de sala, nutricionista. “A ideia era manter os pratos o mais saudáveis possíveis, não descurar o sabor”, reforça Marta. O foco nos pequenos-almoços e brunches é forte e por isso têm uma carta para essas refeições, servida de segunda a sexta de manhã e à tarde, com pausa para o menu de almoço com propostas mais internacionais, e aos fins-de-semana.

Yard of Greens
Tosta de manteiga de amendoimGabriell Vieira

É lá que encontramos as tostas em pão da Gleba, nas versões pink, com hummus de beterraba e salada grega (7,50€), de cogumelos salteados em base de ricota e tomate cherry confitado (7,50€), a clássica de abacate com ovo escalfado (7,50€) e os ovos Benedict (a partir de 8€). Nas versões doces há uma tosta com manteiga de amendoim, compota de frutos vermelhos e sementes de chia (6,50€) ou uma french toast, uma rabanada com mel, frutos vermelhos e coco ralado (6,50€). 

Yard of Greens
Rainbow pancake towerGabriell Vieira

Há, claro, os bowls da Bowl Lisboa, que vão sempre rodando. E um menu de panquecas onde se destaca a Rainbow Pancake Tower. Uma torre arco-íris de panquecas que demorou a acertar, uma vez que não queriam utilizar corantes artificiais (as amarelas levam curcuma na base, as rosa beterraba, as verdes matcha e as azuis spirulina). Chegam direitinhas, prontas para a foto e para ser banhadas em mel, manteiga de amendoim ou mascarpone, com muita fruta. Dão para quatro pessoas à vontade (25€). Se estiver sozinho há as mais modestas de banana, com o fruto caramelizado, coco ralado e manteiga de amendoim (7€) ou outras com uma nutella caseira, mais saudável (7€).

Yard of Greens
Salada de halloumiGabriell Vieira

Se gosta de brunch mas prefere salgados, há salada de falafel ou de halloumi grelhado (9,50€), tacos de atum marinado ou camarão (9€) e poké de salmão com base de quinoa ou de arroz de sushi (10€). 

A outra aposta é nos almoços, servidos apenas aos dias de semana, entre as 12.00 e as 15.00, para os quais foram buscar inspiração a pratos de outras gastronomias de que ambas gostam. É o caso do pad thai com camarão (13€), o canelone de beringela (10,50€), o caril de peixe e líchias (14€) ou o chilli vegan (11€). Há também hambúrgueres.

Yard of Greens
Gabriell Vieira

“A maior parte dos produtos que usamos é de fornecedores e produtores locais, tivemos atenção a isso. Claro que há coisas, como a spirulina azul, que não tínhamos nenhuma alternativa local”, diz Marta.

Durante todo o dia servem também banana bread com manteiga de amendoim e noz pecan (3,50€), dónutes caseiros com chocolate negro e manteiga de amendoim (2,50€), versões saudáveis dos chocolates Snickers ou Bounty (3€) ou cheesecake com base de amêndoas, tâmara e sésamo com recheio raw de caju (6,50€). 

“Outro cuidado que tentámos ter foi nas bebidas. O álcool não é saudável, não há volta a dar a isso, mas tentámos uma abordagem mais saudável com infusões naturais, kombuchas e sumos de frutas naturais”, explicam. Pode acompanhar a comida, ou apostar na bebida after work, com o ginger fuse, um gin com kombucha de uva, limão e alecrim (8€), com o garden soul, com vodka infusionada com hibiscus, tangerina e ginger beer (8€) ou com o Yard’s martini, com vodka, tangerina, hortelã e gengibre (8€). Há ainda smoothies, sumos de fruta detox, chás e lattes.

Enquanto o Outono não se impõe em força, aproveite a esplanada. Quando o frio vier finalmente, fique atento – no piso debaixo do restaurante, agora usado como armazém, Marta e Rita querem promover workshops e eventos especiais.

Rua do Conde Redondo, 70 (Marquês). 91 008 7893. Seg-Sex 09.30-19.30, Sáb-Dom 10.00-19.00.

+ Restaurantes saudáveis em Lisboa

+ Leia aqui, grátis, a Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade