A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Healthy V.
Gabriell Vieira

Os melhores restaurantes saudáveis em Lisboa

Comer saudável não é sinónimo de pratos sem sabor e pouco elaborados. Eis alguns dos restaurantes saudáveis em Lisboa que provam isso mesmo.

Escrito por
Inês Garcia
e
Teresa David
Publicidade

Comer de forma saudável não é equivalente a passar fome. E, em Lisboa, há cada vez mais restaurantes com opções leves, mas muito saborosas, perfeitas para desintoxicar o organismo depois de alguns excessos. E não. Não falamos só de saladas e de comidas de passarinho. Falamos de alimentos nutritivos, saciantes e bem apetitosos. Assim, se segue ou quer seguir um estilo de vida mais saudável, vai querer experimentar alguns destes espaços na cidade, que se adaptam a todos os gostos e também às mais variadas restrições e preferências alimentares. Bom apetite e muita saudinha.

Recomendado: Os melhores restaurantes japoneses em Lisboa

Os melhores restaurantes saudáveis em Lisboa

  • Restaurantes
  • Vegetariano
  • Princípe Real

Healthy V. instalou-se na rua da Escola Politécnica para servir pequenos-almoços, almoços e jantares vegetarianos e maioritariamente vegan. O responsável é João Gouveia que conta com a ajuda da chef Silvia Santos na composição da carta, que inclui opções saudáveis, mas ricas em sabor. O espaço conta com duas esplanadas, uma virada para a rua e outra no beco ao lado, e um interior espaçoso com uma decoração boho minimalista. 

  • Restaurantes
  • Parque das Nações

Se há coisa que os portugueses gostam é de uma boa churrascada: uma boa brasa, a carne como alimento e o sal como tempero. Mas nem só disto se faz um churrasco. O grupo Capricciosa quer modernizar esta refeição, partilhando o protagonismo da carne com os vegetais e acrescentando outras proteínas, como a do peixe ou a do tofu. Tudo isto num prato composto, desenhado à medida. A nova churrasqueira lisboeta distingue-se pela carta ecléctica, que permite ser personalizada.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Lisboa

Os restaurantes Honest Greens, nas Amoreiras e no Parque das Nações, promovem uma alimentação saudável e de produção sustentável, apostando em produtos biológicos de fornecedores locais e que chegam todos os dias frescos. A carta, que vai sendo alterada consoante as estações, está dividida entre os pratos Market Plates e as Garden Bowls. Há opções para todas as dietas, keto, plant-based e vegetariana, opções glúten free e sem açúcares refinados nem conservantes.

 

  • Restaurantes
  • Alvalade

Depois de ter mudado de porta na Lx Factory, o restaurante funcional abriu em Alvalade com um terraço interior invejável e uma horta. Se em Alcântara é o público estrangeiro que ao descobrir a Lx Factory acaba por passar por ali, em Alvalade há uma vida de bairro que parece ser feita à medida do Therapist. Também por isso aqui há novidades como uma zona de grab & go com sandes e sumos prontos a serem levados e uma zona de mercearia a granel.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Campolide
  • preço 2 de 4

O Crave nasceu para provar que a comida saudável também pode ser sinónimo de comfort food, com um conjunto de bowls (malgas, vá) nutritivas e feitas com produtos de qualidade. Usam salmão cozinhado a baixa temperatura, frango marinado com tomilho bela-luz e fazem todos os molhos e pastas, incluindo o hummus. Também há wraps, além de uma infinidade de ingredientes para quem gosta de jogar ao DIY e construir a sua própria bowl.

  • Restaurantes
  • Vegano
  • Chiado/Cais do Sodré

Em 2018, O Botanista, no Cais do Sodré, deu nas vistas, talvez pela vasta carta, talvez pela decoração instagramável e a puxar para o zen, carregadinha de plantas. Seja como for, consta que desde o início do projecto o plano era mais ambicioso, e em meados de Outubro de 2021 o espaço assumiu-se como Orteá – Vegan Collective. Agora, além de restaurante, é uma mercearia, uma queijaria, uma oficina de ​​kombuchas e, brevemente, um bistro.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Brasileiro
  • Grande Lisboa

No Oak Berry, uma marca fundada em 2016 em São Paulo e que chegou ao Cais do Sodré, o açaí é 100% natural, não tem corantes nem conservantes, e pode ser comido em bowls ou smoothies. A ideia é poder ser até uma refeição, tirando partido do açaí ser um fruto rico em fibras, cálcio, ferro. Tem vitaminas, é antioxidante e anti-inflamatório e ajuda a prevenir doenças cardiovasculares. Boa opção pré ou pós-treino, lanchinho ou em substituição de uma das refeições principais.

  • Restaurantes
  • Pastelarias
  • Areeiro/Alameda

Nesta despensa não entram açúcares refinados ou produtos com glúten. É tudo feito nesta pastelaria saudável, onde as delícias são confeccionados em parte com ingredientes biológicos. Os ingredientes estão todos dispostos em prateleiras e também se vendem a granel. No menu há salames, tarte de amêndoa, tarte de laranja, muffins e outras doçarias, mas também pão, salgados, omeletes e não só.

 

Publicidade
  • Restaurantes
  • Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Nos restaurantes Local de Cascais, da Avenida da Liberdade, de Alvalade e de Santos, há uma vasta escolha de pratos de peixe e de carne, sempre com um equilíbrio entre a proteína e hidratos, com muita cor no prato. Nestes restaurantes, há opções vegan, vegetarianas e para todos os gostos. Só não entram alimentos processados e açúcar refinado.

  • Restaurantes
  • Vegano
  • São Sebastião
  • preço 1 de 4

O My Mother’s Daughters é o café de três filhas e a sua mãe no Largo de São Sebastião onde se comem pratos sem produtos de origem animal, tendencialmente biológicos, com super alimentos à mistura e muita atenção ao desperdício. Quase sempre há na carta uma entrada que se vende pelo nome “desperdício zero”: o que sobrou do prato do dia de ontem é a entrada de hoje.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Mercearias finas
  • Baixa Pombalina

Não é a mais tradicional das frutarias. Esta tem o chão em mármore axadrezado polido, paredes em madeira, uma horta vertical, mesas e um quadro em ardósia preto carregadinho de sugestões para comer e beber, dos sumos naturais às smoothie bowls. Praticamente tudo o que está no menu leva fruta e por isso não deixa de ser docinho e muito atractivo para os mais gulosos. 

  • Restaurantes
  • Vegano
  • Santa Maria Maior

Neste lounge 100% vegan, com tons crus e design nórdico, o menu está carregadinho de shots de bem-estar, smoothies, bowls, tostas, tacos, hambúrgueres, sopas e pequenos snacks doces sem açúcar ou mel adicionados: só frutinha saudável.

Publicidade
  • Restaurantes
  • São Sebastião

Este restaurante no Saldanha e na Praça da Figueira serve “coisas deliciosamente saudáveis”, resume a dona, Licínia Moura. Há sumos de fruta, tostas, wraps e muitas outras opções, entre as quais sobremesas para comer sem culpas. A carta possibilita pessoas vegan e vegetarianas escolherem alimentos de origem vegetal, mas os carnívoros também têm opções.

Lisboa verde

  • Coisas para fazer
  • Eventos alimentares

Sabe onde piquenicar em Lisboa? É a forma ideal de fugir da cidade sem chegar a sair dela. É pegar, meter na cesta e estender a toalha nesses hectares relvados jardins fora. Há verdadeiros tesourinhos que vai querer conhecer, sobretudo agora que está oficialmente aberta a época do bom tempo, os raios de sol já queimam e a vontade de sair de casa é mais que muita, ainda que cada saída deva ser feita com a devida prudência e com as devidas distâncias.

  • Coisas para fazer

Para além da beleza celestial, também a natureza está disponível durante o ano inteiro, para meter as mãos na terra ou os olhos no céu. Não precisa de começar já a criar uma horta na varanda, nem de se tornar (muito menos do pé para a mão) guru do zero desperdício, mas passar mais tempo ao ar livre é remédio santo para vários males. Por isso, se está com vontade de ir apanhar uns ares, aproveite um destes passeios, oficinas, workshops e até acções de voluntariado ambiental.

Publicidade
  • Restaurantes

Quanto mais restaurantes vegan aparecem em Lisboa, mais criativa fica esta dieta restritiva. Não há ovos, leite ou manteigas de origem animal – e naturalmente nem vale a pena falar em carne ou peixe – mas estes menus não são um interminável desfile de saladas. Há até francesinhas, bifanas, choco frito ou coxinhas panadas. Confuso? Estes são os restaurantes vegan em Lisboa que tem de conhecer. 

 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade