A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Zénite
Manuel Manso

Zénite, a nova sala de estar da cidade

Por Clara Silva
Publicidade

O novo bar/galeria de Lisboa fica perto do Jardim Constantino e tem cocktails, exposições, noites de leitura, quiz e stand-up comedy. Um bom sítio para começar a sua carreira artística.

Se está à procura de um sítio para mostrar os seus dotes no ukulele, para declamar os poemas que anda a escrever nos intervalos do trabalho ou para finalmente expor as pinturas que nunca teve coragem de mostrar a ninguém, o Zénite pode ser o sítio certo.

O novo bar/galeria da cidade fica num antigo bar de shisha junto ao Jardim Constantino e as donas são Ester Figueiredo e Paula Carmo, duas irmãs professoras com um sonho antigo de abrir um espaço que sirva de rampa de lançamento para “jovens artistas”, contam.

Abriu em Novembro e com dois meses de vida já recebeu duas exposições de fotografia: a primeira de Rita Pinto, “Uma Viagem À Amazónia”, “duma jovem que largou tudo para passar três meses na Amazónia a viver com uma tribo”, conta Ester, e a actual, “Olhares”, do são-tomense Alcibíades Pequeno, um regresso a África 16 anos depois de se ter mudado para Portugal.

Manuel Manso

A partir das próximas semanas vão ter uma programação regular na cave para atrair gente ao bar que por enquanto tem chamado a atenção dos vizinhos. Por exemplo, uma noite de quiz, outra de stand-up comedy e a que as entusiasma mais, a noite de leitura. “É a nossa grande paixão”, confirmam. As leituras, completamente informais, serão de textos de outras pessoas ou dos próprios, sem tema definido.

O bar também já acolheu a apresentação de um disco e um DJ set de música africana e está receptivo a propostas de artistas que queiram mostrar o seu trabalho – sempre tendo em conta que à porta não se cobra entrada.

“Com criadores na família, entendemos as dificuldades que os artistas enfrentam”, explicam as duas irmãs. O Zénite foi a maneira que arranjaram para os ajudar e as bebidas e cocktails de autor, como o Sweet Zénite, servidos pela barmaid Petra, são a fonte de rendimento.

Manuel Manso

Quanto ao nome, a inspiração foi a sala de espectáculos Zénith, em Paris, onde viveram durante a adolescência, e onde na Primavera de 1987 assistiram a um concerto memorável dos U2. “Pouco depois de o concerto ter começado, a voz tenor de Bono Vox anunciava que ainda não tinha encontrado o que estava à procura. Naquela sala de espectáculos em França, nós também não. Hoje, neste espaço homónimo que inauguramos, essa quimera é materializada”, escreveram na descrição do bar.

Rua Passos Manuel, 116-A (Jardim Constantino). Ter-Dom 17.00-01.30

+ Os novos bares em Lisboa que tem mesmo de conhecer

Últimas notícias

    Publicidade