Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Zoo de Lisboa comemora Dia Mundial do Orangotango com um peddy paper
Jardim Zoológico de Lisboa
Fotografia: C. Nunes/ Jardim Zoológico de Lisboa

Zoo de Lisboa comemora Dia Mundial do Orangotango com um peddy paper

Sempre sonhou visitar as florestas tropicais do Sudeste Asiático? O Jardim Zoológico de Lisboa desafia-o a fazer um exercício de imaginação através de um peddy paper para toda a família.

Publicidade

O Dia Mundial do Orangotango assinala-se todos os anos a 19 de Agosto. Para celebrar o grande primata e relembrar a importância de protegermos o nosso planeta e a sua biodiversidade, o Jardim Zoológico preparou um peddy paper, a decorrer na próxima quarta-feira entre as 10.00 e as 18.00, para dar a conhecer as várias espécies ameaçadas, numa “viagem” pelo Sudeste Asiático.

Balançando-se por entre as árvores, nas florestas tropicais do Sudeste Asiático ou em centros de investigação e conservação como o Jardim Zoológico de Lisboa, não há dúvidas de que o orangotango-de-samatra (Pongo abelii) é uma espécie carismática – incapaz de resistir aos seus encantos, a Santa Casa da Misericórdia apadrinha-o há mais de dez anos. Infelizmente encontra-se a um passo da extinção, estando classificado como “Criticamente em Perigo” pela União Internacional para a Conservação da Natureza, devido à desflorestação intensa para produção de óleo de palma e à caça para comércio ilegal.

É precisamente para dar a conhecer esta espécie e as ameaças que enfrenta que o Jardim Zoológico criou uma actividade especial para dia 19, onde receberá um passaporte que o levará a desvendar curiosidades sobre um dos cinco grandes primatas (além do orangotango, incluem-se nesta categoria o gorila, o chimpanzé, o bonobo e o humano), mas não só.

No final do peddy paper (sujeito a inscrição, 14,50-22,50€), terá oportunidade de visitar a exposição “Quebra o Silêncio – Pelas aves de canto”, promovida pela Associação Europeia de Zoos e Aquários, cujo trabalho de conservação se foca sobretudo nas aves de canto do Sudeste Asiático.

“Esta campanha pretende consciencializar para a iminente extinção de várias espécies de aves de canto, procurando criar condições que tornem possível a sua futura reintrodução no habitat natural”, lê-se em comunicado. “O Jardim Zoológico participa neste projecto desde 2018, que conta agora também com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.”

Ao completar o peddy paper terá direito a uma surpresa. Mas não se esqueça: é importante e há muitas formas de contribuir para a conservação de espécies em vias de extinção, como o orangotango. Poderá fazer donativos ou voluntariado, apadrinhar ou tornar-se sócio efectivo do Grupo dos Amigos do Jardim Zoológico. Para saber mais sobre os programas de investigação e conservação do parque, basta consultar esta página.

Jardim Zoológico de Lisboa. Praça Marechal Humberto Delgado. Seg-Dom 10.00-20.00 (as bilheteiras encerram 1h15 minutos antes da hora indicada para fecho do parque, incluindo para reentradas). 14,50-22,50€. Grátis para menores de dois anos.

+ Estas câmaras transmitem vida selvagem ao vivo

+ Leia já a Time Out Portugal gratuita desta semana

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade