A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Pala_Dar
D.R.

Janeiro tem um novo Pala_Dar

Nada melhor, no arranque de 2024, do que prolongar o espírito natalício e fazer da solidariedade uma das resoluções. A Time Out e a makro deram as mãos e abrem-lhe o apetite.

Time Out em Associação com Makro
Publicidade

É uma daqueles eventos que vale mes-mo a pena marcar na agenda, reagendar planos e organizar um convívio. No dia 27 de Janeiro, a palavra de ordem é Pala_Dar. Sim, somos fãs de trocadilhos e ainda mais de um bom evento onde a solidariedade vem com muito sabor. Confuso? Nós explicamos. 

Criada em associação entre a makro e a Time Out, a iniciativa desafia vários restaurantes de Lisboa a unirem-se com refeições solidárias. Ajudar é simples: basta visitar um dos restaurantes aderentes, escolher o prato ou menu solidário, desfrutar da refeição (claro) e, no final, de barriga e coração cheios, votar na associação que deve receber o valor arrecadado. No fim do dia, pelo menos 50% do valor que cada restaurante amealhou reverte para a associação vencedora. 

A solidariedade faz-se de muitos sabores 

Brunches, almoços, jantares… vale tudo nesta união lisboeta em prol do bem-estar social. A makro fornece os produtos alimentares e os restaurantes aderentes disponibilizam-se com toda a criatividade.. Desengane-se se acha que os pratos vão ser todos iguais: cada cabaz é adaptado às necessidades do espaço e do prato eleito para o menu solidário.

Na lista pode encontrar espaços tão variados como A Lanchonete, para quem não perde um bom petisco brasileiro, o SMØR para quem não perde um bom doce, o Água pela Barba, onde o peixe e o marisco imperam ou o Sea Me Next Door e o Prego da Peixaria em Alvalade, onde o mar chega à mesa com um toque contemporâneo. 

Também o Izanagi, o 1º Direito, o Senhor Peixe, o VDB Bistronomie Repotzalia e o Potzalia não quiseram faltar à chamada. Ainda quer mais? Ora essa. O Zunzum, da chef Marlene Vieira, o Cobaia, o Copo Largo, o Palácio Chiado, o Retrogusto 84 e o Pause também se juntaram a esta iniciativa. Há ainda três restaurantes ligados às associações – Café Joyeux, É Um Restaurante e Mezze – onde também poderá escolher o menu solidário. Difícil vai ser escolher.

Aproveite o sábado para saborear um – ou vários – espaços aderentes, e junte-se à iniciativa que põe a solidariedade nas bocas do mundo (ou vá, de Lisboa). Se preferir, procure na Glovo, onde alguns dos restaurantes terão o menu solidário disponível para entrega. Os primeiros 50 pedidos de cada restaurante têm taxa de entrega gratuita, oferecida pela Glovo. No dia anterior, descubra o código promocional no Instagram da Time Out

Conheça as Associações

Bem comer vai ter certamente um bom destino: há três associações que poderão beneficiar do menu solidário. No fim da refeição, terá a oportunidade de escolher para onde deverá ir o dinheiro arrecadado com a iniciativa. Todas elas têm, também, restaurantes onde poderá desfrutar do menu solidário Pala_Dar. Antes que a fome aperte, descubra as três associações. 

VilacomVida
D.R.

VilacomVida

A premissa da Associação VilacomVida é a de que, com talento e oportunidade, é possível que pessoas com Dificuldades Intelectuais e do Desenvolvimento (DID) possam ter uma vida em sociedade de forma inclusiva, com igual acesso e competências para terem um emprego, autonomia e uma vida completa. 

A IPSS foi criada por um grupo de pais de crianças e jovens com DID – como Trissomia 21, Perturbações do Espectro do Autismo, entre outras. O Café Joyeux veio cimentar esta certeza: ali serve-se felicidade, num café e restaurante inclusivo, que forma e emprega pessoas com DID. A iniciativa é global, mas em Portugal é um exclusivo da Associação VilacomVida. 

Crescer
D.R.

Crescer

Desde 2001 que a Associação Crescer promove a inclusão de grupos em situação de exclusão ou vulnerabilidade na comunidade. A promoção da saúde, a redução de riscos e a inclusão são bandeiras da associação, que actua em toda a cidade de Lisboa. 

É Um Restaurante, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, é um projecto com mentoria do chef Nuno Bergonse, onde o serviço é assegurado por pessoas que estão ou estiveram em situação de sem-abrigo. O restaurante de fine dining integra cerca de 75 pessoas em situação de vulnerabilidade, ajudando-os a integrar-se no mercado de trabalho.

Pão a Pão
D.R.

Pão a Pão

Nunca foi tão importante uma Associação como a Pão a Pão como nos dias de hoje. Esta, promove a integração de pessoas refugiadas e imigrantes no nosso país através da formação, capacitação e empregabilidade. Aqui, valorizam-se as pessoas e celebram-se as suas origens e o conhecimento e cultura que poderão trazer. Um enriquecimento cultural onde todos saem a ganhar. 

No Mezze, um restaurante com cozinha de inspiração árabe, formam-se e empregam-se pessoas do Médio Oriente. Um espaço onde se valoriza a identidade cultural e se formam pessoas, integrando-as no país.

 

Recomendado
    Também poderá gostar
    Também poderá gostar
    Publicidade