Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Epic SANA Algarve: férias épicas é aqui

Epic SANA Algarve: férias épicas é aqui

O Epic SANA Algarve soube tirar partido dos oito hectares de terreno em cima da praia para criar dois ambientes distintos: um para famílias, outro para quem vai de férias de verdade

Por Nelma Viana |
Publicidade

Ainda somos do tempo em que Agosto era o mês das férias em família. Recordamos com um misto de cansaço e saudade as camas improvisadas por onde éramos distribuídos com os primos, as linhas de montagem para nos barrarem de protector solar e as mesas de plástico para onde nos recambiavam à hora da refeição. Somos do tempo em que as férias em família, sendo uma perfeita confusão, se organizavam na base da confiança... e das repetições constantes. Eram 31 dias de “sai da água que te constipas”, de “tudo já para a mesa” e de mais uma série de recomendações necessárias à paz de espírito dos mais velhos. Para nós eram férias, para quem tinha de comandar as tropas talvez fosse outra coisa qualquer, mas nunca ninguém se lembrou de fazer diferente. Funcionava para toda a gente e isso era suficiente para chegar a Setembro com a sensação de missão cumprida. Entretanto o tempo passou e as coisas mudaram. Primeiro porque já ninguém está para se meter em trabalhos com os filhos dos outros e depois porque a noção de família se alterou para um esquema muito mais nuclear de “nós e os nossos”. Bem sabemos que o real conceito de “férias” é inversamente proporcional ao número de pessoas envolvidas nos planos, mas também sabemos que ainda há sítios para onde é possível levar a prole toda atrás sem arrependimentos e onde cada um pode ir à sua vida sem prestar contas aos demais.No fim, o que importa é a união, não é assim? Ora ela aqui está, mesmo a tempo das próximas férias em família. 

O Epic SANA Algarve, na linha que separa Albufeira de Vilamoura, reúne o melhor dos dois mundos ao permitir uma convivência saudável entre pais com filhos pequenos e os outros todos.

Recomendado: Viver devagar na Farmhouse of the Palms

É com a praia da Falésia em pano de fundo, empoleirado nas escarpas sobre o mar, que este resort de cinco estrelas se organiza em duas áreas distintas: o edifício principal, onde estão os quartos e suítes clássicos, as zonas de lazer e o passadiço de acesso à praia, e uma ala para famílias, com direito a kid center, piscina exterior e um brunch diário servido até às 16.00 ao qual se podem juntar todos os hóspedes do outro lado da barricada. No fundo, o que se pretende é que toda a gente possa circular livremente sem roubar a possibilidade de silêncio a quem o considera fundamental e a proteger quem promove o contrário de eventuais esgares e revirares de olhos do vizinho do lado. Quem anda com miúdos atrás sabe bem do que falamos.

Epic Sana Algarve - piscina

Sendo um resort de praia, grande parte da animação acontece ao ar livre, entre as cinco piscinas exteriores (duas para crianças), os três restaurantes, os bares e os jardins, e os oito hectares de terreno delimitados em parte por um circuito de 1 km, perfeito para corridas matinais e passeios de carrinho de bebé ao final do dia. Portanto, havendo muito por onde andar, é praticamente impossível que, mesmo com casa cheia, se tenha uma noção real da ocupação do hotel – mesmo tendo em conta que a maioria dos hóspedes não abandona o perímetro senão para a ir à praia, acessível através de um passadiço de madeira escavado nas rochas. É uma vida boa a que se vive no Epic SANA Algarve, sobretudo porque há muito para fazer dentro de portas. Quem quer estar ao sol, pode estar descansado que não terá de se levantar de madrugada para garantir uma espreguiçadeira – há dezenas espalhadas pelas várias piscinas e com grande rotação ao longo do dia.

Publicidade
Epic Sana Algarve - Restaurante Open Deck

Entre mergulhos, chapinhanços e espirituosas coloridas servidas à beira da água, o restaurante Open Deck é o destino óbvio para um clássico almoço de férias. A dois ou em família. Numa espécie de elogio à portugalidade, a carta vira-se, agora, para petiscos tradicionais como o pica-pau, as pataniscas de bacalhau, o black angus grelhado e fatiado para partilhar, e o gaspacho à algarvia, a que se juntam a habitual oferta de peixes e marisco frescos da costa. Está aberto até às 18.30 e não sendo um apoio de piscina oficial, é onde se pode sentar tranquilamente a beber um copo sem perder a piscina dos miúdos de vista. Ao jantar, a oferta é alargada a três restaurantes: o Abyad, com serviço à carta e buffet de cozinha nacional e internacional; o Lima, que findo o super-brunch familiar se transfigura para dar lugar à cozinha italiana e o renovadíssimo Al Quimia, reservado a experiências gastronómicas superiores, com um menu de autor desenhado por Luís Mourão e uma garrafeira com mais de 300 referências para acompanhar a refeição. Depois disto, vai calhar mesmo bem uma paragem na esplanada do Bluum Bar. Por lá, é Tiago Guerreiro, alquimista, mixologista e barman molecular de excelência, que assina a carta de cocktails e é também ele que apresenta as novidades da estação, criadas a partir de fermentações e licores caseiros, aromatizações, desidratações de fruta fresca e infusões feitas com as ervas que crescem no hotel.

Epic Sana Algarve - Spa Sayanna Wellness

Entretanto, e porque os banhos de sol acabam por cansar ao fim de alguns dias, resta-lhe reservar umas horas para se entregar aos cuidados do Sayanna Wellness. São 1500 metros quadrados de spa e fitness center preparados para atender e tratar todo o tipo de maleitas do dia-a-dia. Há nove salas de massagens, ginásio com piscina interior, um pavilhão com jacuzzi para tratamentos ao ar livre e muito espaço de jardim para meditar. Se este é um conceito que lhe é estranho, nada tema: João Gouveia é o mestre de cerimónias das sessões de meditação e felizmente é pessoa que sabe que quem nunca se aventurou pelos meandros do mindfulness terá dificuldade em alcançar o Nirvana à primeira tentativa. Ele não empurra, conduz. Durante uma hora respira-se fundo, ouve-se o barulho do vento e do mar, ganha-se consciência de cada membro do corpo e entra-se num estado de relaxamento tão profundo que seríamos capazes de jurar que a partir dali nada volta a ser como antes. O que era chato continuou a ser chato, é verdade, mas sem chatear tanto, percebe? É também ele que orienta as aulas de yoga, que pratica há 20 anos, e que nas poucas horas vagas que lhe sobram aproveita para fazer sessões individuais com hóspedes que vêm à procura de paz interior. Para esses, os que precisam de acompanhamento na busca pelo bem-estar físico e emocional, o hotel tem à disposição um menu de retiros de saúde, beleza e fitness que podem ser personalizados à medida de cada cliente. Incluem acompanhamento médico e nutricional, treinos adaptados e sempre que necessário sessões com o professor João.

Publicidade
Viagens, Escapadas

Epis SANA Algarve

Nos dias em que preferir a praia à piscina, sugerimos que cumpra o caminho sem pesos extra, que é como quem diz sem miúdos. O caminho é fácil mas ligeiramente acidentado, com algumas centenas de degraus à mistura, o que por si pode obrigar a colos e cavalitas no regresso ao hotel. Nesse caso, entregue as crianças ao Little Stars Kids Club e vá sem preocupações. Há animação e entretenimento garantido para os mais novos até às 18.00. Todos os dias da semana. É de aproveitar.

Ainda a tempo das férias de Verão

Viagens, Escapadas

Viver devagar na Farmhouse of the Palms

Em São Brás de Alportel há uma casa com 200 anos transformada num refúgio de férias de onde não apetece sair. Tem vista para a serra, uma piscina que muda de cor com a luz do sol e vários recantos para preguiçar à sombra. Estivemos lá e descobrimos um Algarve alheio à azáfama turística.

Tavira
DR
Viagens

Descobrir a Ria Formosa: guia essencial para um dia de passeio

A Quinta dos Perfumes, um agroturismo de luxo em Cabanas de Tavira, foi o ponto de partida para uma visita à cidade. Em apenas 10 minutos de bicicleta chegámos ao porto de recreio com destino marcado para o centro da cidade. Por lá, vimos Tavira com olhos de ver, descobrimos a arquitectura do centro histórico, sentámo-nos a comer o peixe mais fresco da região e ainda embarcamos num tuk tuk que nos levou pelas salinas e por uma visita guiada pela pesca de atum.

Publicidade