Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Fuja da praia e passe férias na montanha
O Selina Gerês é um espaço de relaxamento e tranquilidade
© João Viegas Guerreiro Selina Gerês

Fuja da praia e passe férias na montanha

Quer fugir às tradicionais férias na praia ou no campo? Passe uns dias envolto em natureza nestas montanhas.

Por Teresa Castro Viana e Sebastião Almeida
Publicidade

Afinal, o Verão não foi cancelado. Comece a fazer as malas e faça-se à estrada. Apesar da pandemia, o sector da hotelaria prepara-se para retomar a actividade, cumprindo com todas as regras de segurança impostas pelos organismos de saúde. Para que posso ter as férias por que tanto anseia, fomos bater à porta de alojamentos, de norte a sul do país, e sugerimos-lhe onde ficar para uns dias de descansoSe não consegue estar quieto e a quarentena o deixou com ainda mais vontade de escalar, mergulhar em cascatas e fazer-se a trilhos, ponha a mochila às costas e rume a um destes turismos de montanha, onde o Verão é sempre fresco.

Relacionado: Roteiro para uma escapadinha à Serra da Estrela

Fuja da praia e do campo e passe férias na montanha

Casa de São Lourenço

Hotéis Hotéis de luxo

É o único hotel de montanha de cinco estrelas no país, a 1250 metros de altitude. Com vista para o Vale Glaciar do Zêzere e para a vila de Manteigas, foi outrora a Pousada de São Lourenço, uma das primeiras do país, projectada nos anos 1940 pelo arquitecto Rogério de Azevedo. Tem 17 quartos e quatro suítes, com um projecto de interiores que mistura o contemporâneo e o antigo, o betão e a madeira, a lã e o burel. O hotel reabriu em Junho com o selo Clean & Safe e tem um programa especial de três, quatro ou cinco noites, que convida a conhecer os montes e vales de bicicleta, fazer passeios guiados ou desfrutar de um piquenique à sombra. O restaurante São Lourenço inspira-se na cozinha tradicional, indo buscar todo o sabor aos pratos de arroz e aos produtos sazonais da montanha. O spa dispõe de três salas de tratamento com vista para a serra, que mesmo sem neve, faz maravilhas pela alma.

A partir de 190€. Estrada Nacional 232, Km 49,3 (Campo Romão). 96 828 5937.

Já que aqui está: Descubra os mais de 250 quilómetros de percursos pedestres e de BTT, que podem ser feitos com ou sem guia (mediante marcação no hotel) ou mergulhe nas águas das lagoas para andar de caiaque.

Selina Gerês
Selina Gerês
©João Viegas Guerreiro

Selina Gerês

Hotéis Grande Porto

Com espaços abertos no Porto, Lisboa, Vila Nova de Mil Fontes e Ericeira, a cadeia internacional Selina rendeu-se ao Gerês e instalou-se no Parque Nacional no final do ano passado. Se o que mais quer são uns dias de paz absoluta, este é o sítio certo para marcar as suas férias. A piscina só abre a 1 de Julho, mas as restantes áreas comuns já estão a funcionar em pleno e as medidas de higienização e limpeza estão a ser seguidas à risca. Com quartos privados, apartamentos com vista de rio com kitchenette, e glamping, o Selina Gerês situa-se entre as barragens da Caniçada e de Vilarinho das Furnas, duas das mais emblemáticas da região. Ah, e pode levar o seu animal de estimação.

A partir de 60€. Lugar de Cubos, 210 (Vilar da Veiga, Terras de Bouro). 25 311 1133.

Já que aqui está: Aproveite para se refrescar em algumas das mais bonitas cascatas do Gerês. A do Tahiti, a do Arado e a da Portela do Homem são imperdíveis.

Descubra as serras de Portugal

Três trilhos para descobrir a Serra de Sintra

Viagens

Não é exagero dizer que só nos Parques de Sintra há muitas, muitíssimas, opções de trilhos pedestres para dar uso às pernas e descanso à cabeça. Dependendo do que procura – património, natureza ou “deixem-me em paz, quero é ir andar” –, no portal Active Sintra, sob a tutela da Câmara Municipal, encontra mapas para descarregar para o telemóvel com instruções detalhadas, informação cultural e ambiental, e pontos de paragem obrigatórios que dispensam o acompanhamento de guia especializado.

Cinco bons motivos para subir à Serra do Açor

Viagens

Sempre que pensamos em ir de passeio para fora de Lisboa, parece haver uma força oculta que nos empurra automaticamente em direcção ao sul. Desta vez é diferente e vamos para cima, para o coração da Serra do Açor, o tesouro mais bem guardado de Arganil. Se for o caso de o leitor não se estar a conseguir localizar geograficamente, Arganil fica ali para os lados de Coimbra, a 40 minutos da cidade dos estudantes. A partir de Lisboa, a viagem de 260 km faz-se quase toda por autoestrada.

Publicidade
Arrábida, Serra, Mar, Vista, Praia
©Arlindo Camacho

11 coisas para fazer na Arrábida: um mergulho no paraíso

Viagens

Depois da serra, há um areal fino com águas límpidas por descobrir. De uma ponta de Sesimbra à outra de Setúbal, é possível mergulhar sem perder o fundo de vista – o paraíso está perto e é na Arrábida. Mas nem tudo aqui se resume a estar de papo para o ar: o móvel está para Paços de Ferreira, como a aventura está para a Arrábida. Costereeing, snorkeling, canoagem, espeleologia, trekking e mais uma série de terminologias estrangeiras que dão nome àquilo que pode fazer por estes lados.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade